Violador de Arganil condenado a cinco anos de prisão

O Tribunal de Coimbra condenou hoje um homem de Arganil a cinco anos e seis meses de prisão por violação de uma jovem naquele concelho, a 22 de Julho de 2015, avança o jornal Correio da Manhã. O crime ocorreu quando o arguido, já condenado algumas vezes com penas suspensas por crimes de furto, aguardava julgamento por suspeitas de abuso sexual de uma rapariga de 15 anos, que terá ocorrido entre 2013 e 2014.

O despacho de acusação refere que, o arguido, que morava na mesma rua, a 50 metros da habitação da vítima, de 20 anos, já teria abordado a jovem “diversas vezes”, através de “palavras e de gestos”, com o intuito de ter relações sexuais. A vítima sempre rejeitou.

A 22 de Julho de 2015, pelas 16h00, o arguido terá encontrado a jovem sozinha, a passear o cão numa mata situada junto à sua residência. Segurou-lhe os braços “com força” e arrastou-a 80 metros em direcção ao interior da mata, onde, alegadamente, a violou. Apesar de a vítima ter gritado por socorro e de o cão ter ladrado, “ninguém acorreu ao chamamento”, refere o Ministério Público.

LEIA TAMBÉM

PSD e CDS/PP de Oliveira do Hospital solidários com vítimas da tragédia de Pedrogão Grande

O Partido Social Democrata de Oliveira do Hospital e o CDS/PP manifestaram–se ontem solidários com …

Fogo activo com “muita intensidade” em Góis

O incêndio que deflagrou no sábado, no concelho de Góis, distrito de Coimbra, “permanece activo” …