armas

Viseu e Guarda: 19 detidos em operação de combate ao tráfico de armas de fogo

Militares do Comando Territorial de Viseu da GNR detiveram, ontem, nos distritos de Viseu e Guarda, 19 suspeitos de tráfico e mediação de armas. A acção, que surgiu no cumprimento a 33 mandados de busca e cinco mandados de detenção, envolveu um total de 220 militares, contando ainda com o apoio da Polícia de Segurança Pública (PSP) da Guarda, dos Comandos Territoriais de Viseu, Guarda, Coimbra, da Unidade de Intervenção.

Entre os detidos estão 18 homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 21 e os 65 anos, que serão presentes a tribunal amanhã, dia 19 de Abril. Segundo o comandante do Destacamento da GNR de Mangualde, José Lopes, a operação decorreu em Mangualde (distrito de Viseu), em Pinhel (distrito da Guarda) e na cidade da Guarda ao longo de todo o dia de domingo.

“Foram detidos 18 homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 21 e os 65 anos, sendo 15 dos detidos de Mangualde. Estas detenções surgem após investigação de cerca de um ano com base num processo relacionado com extorsão de armas de fogo”, revelou. “Esta rede, que operava nos distritos de Viseu e Guarda, dedicava-se a transformar armar para vender. Pegavam em armas de alarme e transformavam-nas em armas capazes de disparar munições”, rematou.

No decorrer da operação foram apreendidas: 51 armas de fogo; 1625 munições de diversos calibres; três silenciadores; cinco cartucheiras;  28 detonadores; uma mira telescópica; 56 doses de heroína; diverso material para transformação e modificação de armas; cerca de 1800 peças de vestuário presumivelmente contrafeitas; seis telemóveis; um cofre e 65 euros.

 

LEIA TAMBÉM

Um ferido grave em despiste de tractor em Seia

Um homem de 68 anos ficou hoje ferido com gravidade devido ao despiste de um …

Aldeias de Montanha reforçam aposta no ciclismo de montanha com inauguração de nova infra-estrutura em Seia

O município de Seia reconverteu a antiga escola primária de Santa Comba de Seia que …