O PSD nunca foi nem será um partido de unanimismos. Sempre me habituei a conviver com um partido vivo, actuante e plural, onde as diferenças de opinião eram respeitadas e a crítica entendida como uma forma de ser procurada a melhor resposta aos anseios das populações. Por isso, sou social-democrata desde a primeira hora. Por estas e outras razões continuo a sentir-me bem neste partido!

Vontade de mudança!

Ao longo desta campanha interna tenho esclarecido os militantes, elucidando-os sobre as razões da minha candidatura à liderança da comissão política de secção. Para além disso e tendo em conta as responsabilidades que recairão sobre a comissão política que irá ser eleita, elenquei um conjunto de objectivos que me parecem fundamentais para o desenvolvimento do nosso concelho.

Manterei até ao fim da campanha a mesma postura!

Não pretendo fulanizar esta disputa, nem circunscrever aos nomes e às pessoas a ideia que tenho para o futuro do concelho.

Quero um concelho diferente!
Sei que tenho capacidade para ajudar a construir um concelho melhor!

– Um concelho onde não impere o medo e onde as pessoas sejam chamadas a participar na construção do seu futuro.

– Um concelho em que as pessoas sintam que o poder autárquico serve para ajudar a resolver os seus problemas.

– Um concelho onde os empresários se sintam apoiados e creiam que vale a pena investir.

– Um concelho moderno e atractivo com novos equipamentos e serviços capazes de dar resposta às exigências da população.

– Um concelho onde os mais jovens se possam fixar e tenham a noção que o bem-estar não se resume a um restrito círculo de amigos.

– Um concelho em que os seus autarcas sejam valorizados com novas competências e responsabilidades.

– Um concelho que seja conhecido pelas suas potencialidades turísticas e pela organização e embelezamento das suas aldeias e cidade.

Em síntese, este é o concelho que eu quero ajudar a criar!

Nos contactos que tenho estabelecido apercebo-me cada vez mais de uma realidade:

De um modo geral as pessoas desejam a mudança! Até há bem pouco tempo atrás poucos acreditariam ser possível alterar o rumo dos acontecimentos.

Hoje, fruto de uma dinâmica conseguida pela comissão política de secção que tenho a honra de liderar, renasceu a esperança em muitos oliveirenses.

A maioria rejeita alguns dos métodos utilizados pelo poder. Uma grande parte critica abertamente os jogos de interesses pessoais daqueles que só estão na política para se servir. Outra parte não se revê nos actuais modelos de desenvolvimento que têm arrastado Oliveira do Hospital para a cauda dos concelhos menos desenvolvidos. Este ciclo está terminado! Não basta a alguns virem agora apressadamente renegar o passado porque eles próprios também fazem parte do passado.

Por isso, eu penso que os habitantes do meu concelho e os militantes do meu partido não se deixam levar pelo slogan desajustado de “um novo rumo”.

Os militantes, pessoas inteligentes, sabem que não pode haver um novo rumo e um futuro melhor com as mesmas caras, as mesmas personagens e sobretudo os mesmos métodos.

No dia 12 de Abril, os militantes social-democratas, aqueles que acreditam num concelho diferente, preferirão naturalmente outro slogan e apostarão maioritariamente na mudança.

Estou plenamente convicto que tal irá acontecer!

Eu, a minha equipa e a maioria dos militantes, continuaremos a ter… CONFIANÇA NO FUTURO! *

José Carlos Mendes
Presidente/Candidato da CPC do PSD de O. Hospital

LEIA TAMBÉM

Comentários aos resultados eleitorais em Oliveira do Hospital. Autor: João Dinis, Jano

Grande vitória da CDU na Freguesia de Meruge!  A nível municipal, porém, sai muito ferida …

Pensar a República. Autor: Renato Nunes.

Não há pensamento sem tempo livre. Os feriados constituem, por isso, uma oportunidade privilegiada para …