Home - Sociedade -  Prisão preventiva para Sócrates, o amigo e o motorista
José Sócrates detido quando regressava de Paris

 Prisão preventiva para Sócrates, o amigo e o motorista

O juiz Carlos Alexandre decretou a prisão preventiva de José Sócrates. O ex-primeiro-ministro, que foi detido na sexta-feira à noite no aeroporto de Lisboa, vai assim aguardar julgamento na cadeia. A decisão foi comunicada, à saída do tribunal, pelo seu advogado, João Araújo. Esta era a medida de coação mais pesada que podia ser aplicada ao ex-primeiro-ministro.

O juiz de instrução criminal Carlos Alexandre decretou ainda prisão preventiva para Carlos Santos Silva (amigo de Sócrates e empresário) e para o motorista do ex-primeiro-ministro João Perna. O advogado Gonçalo Ferreira foi o único dos quatro arguidos a sair em liberdade. Este, porém, fica obrigado a apresentar-se no DCIAP (Departamento Central de Investigação e Acção penal) duas vezes por semana, tem de entregar o passaporte, não pode ausentar-se para o estrangeiro e não pode, também, contactar com os outros arguidos.

 

LEIA TAMBÉM

PCP de Coimbra quer que prolongamento do IC6 avance rapidamente e que seja projectado até à Covilhã

A Direcção da Organização Regional de Coimbra do Partido Comunista considera que, depois do anúncio …

Ucraniano assassinado à facada em Viseu

Um homem de 53 anos foi assassinado otem à noite na quinta da Falorca, em …