Home - Últimas - 87 casos de infecção e quatro mortos levam o presidente da CM de Vila Nova de Foz Côa a declarar plano municipal de emergência

87 casos de infecção e quatro mortos levam o presidente da CM de Vila Nova de Foz Côa a declarar plano municipal de emergência

A Câmara de Vila Nova de Foz Côa activou o plano municipal  de emergência de protecção civil que entrou em vigor no  dia um de Abril, prolongando-se até ao dia 15. Uma situação que poderá ser prolongada por mais 15 dias, como forma de travar a onda de contágios que ontem se situava já nos 87 casos, mais onze que no dia anterior e quatro mortes, todas de utentes do Lar Nª Sra. da Veiga.

Segundo um aviso publicado na página da internet do município, o autarca  justifica esta atitude com o elevado número de casos confirmados com a infecção COVID-19. “Há a necessidade de reforço da capacidade e meios de resposta ao controlo e protecção da cadeia epidemiológica”, refere, adiantando que foram adoptadas diversas medidas de contingência pelo Município com o objectivo de conter as possíveis linhas de contágio e contribuir para o controlo da situação epidemiológica no Município de Vila Nova de Foz Côa”.
Frisando que é a ele que lhe cabe, no exercício de funções de responsável municipal da política de protecção civil, “desencadear, na iminência ou ocorrência de acidente grave ou catástrofe, as acções de protecção civil de prevenção, socorro, assistência e recuperação adequadas em cada caso”, Gustavo de Sousa Duarte refere ainda que Comissão Municipal de Protecção Civil pronunciou-se hoje [quarta-feira], por unanimidade, sobre a activação do Plano Municipal de Emergência de Protecção Civil de Vila Nova de Foz Côa.

LEIA TAMBÉM

Município de Gouveia assegura transportes escolares durante greve rodoviária

O Município de Gouveia está a assegurar o transporte escolar, devido à greve dos transportes, …

Homem encontrado morto em Gouveia

Um homem foi encontrado morto em casa em Moimenta da Serra, no concelho de Gouveia, …