Home - Últimas - Vila Nova de Poiares quer Penacova a pagar por abandonar APIN

Vila Nova de Poiares quer Penacova a pagar por abandonar APIN

A Assembleia Municipal de Vila Nova de Poiares, reunida em sessão ordinária, deliberou por unanimidade aprovar uma “Tomada de Posição de Defesa da Equidade e Qualidade nos Serviços Públicos de Água, Saneamento e Resíduos Através da Empresa Intermunicipal de Ambiente do Pinhel  Interior (APIN)”. A decisão surgiu por proposta do Executivo que aprovou o documento em reunião da Câmara Municipal e a Assembleia Municipal exige que o município de Penacova pague a devida indemnização por sair daquela estrutura.

A saída do município de Penacova e os movimentos criados noutros municípios, inclusivamente em Vila Nova de Poiares também não ficaram de fora da discussão. A Assembleia recusou-se a fazer juízos de valor quanto à decisão do município de Penacova de abandonar a APIN, “respeitando a sua autonomia e liberdade de decisão”. Os eleitos de Vila Nova de Poiares, porém, dizem não abrir mão da “defesa intransigente dos direitos e interesses de Poiares e dos Poiarenses e da exigência ao município de Penacova do cumprimento de todas as suas obrigações legais decorrentes do contrato assinado”.

Na posição assumida em conjunto por todos os deputados municipais foi mesmo deliberado “solicitar à APIN que, pelos meios que considere adequados diligencie no sentido de exigir uma indemnização ao Município de Penacova pela alteração da sua posição na referida empresa, e consequente perdas financeiras verificadas até ao momento bem como as futuras, ou seja, do investimento já efectuado pelos Municípios para a constituição da referida empresa e dos problemas criados para investimentos futuros já planeados”. Pedem ainda que “diligencie no sentido de exigir uma indemnização ao Município de Penacova pela posição assumida e que poderá levar à desagregação por outros Municípios, assumindo também as compensações relativas aos outros Municípios definidas no Contrato de Gestão Delegada”.

A empresa, recorde-se, foi constituída exclusivamente por capitais públicos dos 11 municípios aderentes: Alvaiázere, Ansião, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Góis, Lousã, Pampilhosa da Serra, Pedrógão Grande, Penacova, Penela e Vila Nova de Poiares. Mas ao longo dos tempos tem sido muito polémica.

LEIA TAMBÉM

O invejado beirão do Big Brother – A revolução. Autor: Nuno Tavares Pereira

Não falaria do assunto caso não fosse importante. O Rui Pedro está no Big Brother …

Homem detido em Seia na posse de 20 detonadores pirotécnicos

A GNR deteve um homem de 72 anos, por posse de 20 detonadores pirotécnicos, na …