Home - Últimas - O primeiro dia de pesca à sardinha na Figueira da foz “foi uma alegria”

O primeiro dia de pesca à sardinha na Figueira da foz “foi uma alegria”

A época da sardinha começou na segunda-feira. O dirigente de produtores de peixe e armador figueirense António Miguel Lé assegura que, no primeiro dia, os barcos regressaram ao porto de pesca com a quantidade máxima permitida e a qualidade de sempre que define aquele pescado capturado na costa da Figueira da Foz, onde a pesca daquele pescado envolve uma dezena de embarcações e cerca de duas centenas de pescadores.

“Foi uma alegria, o regresso ao trabalho. A sardinha abunda, com uma dimensão enorme de cardumes”, disse António Miguel Lé, explicando que a primeira sardinha da época se vendeu na lota entre 1,10 e 1,20 euros o quilo. António Miguel Lé assegura que a pesca da sardinha “de sazonalidade, não tem nada”. Por outras palavras, esclareceu: “[A sazonalidade] foi aquilo que quiserem impingir. Os dados da ciência não são os dados dos pescadores. É uma actividade que pode ter duração no tempo, porque temos stocks acima do [que é considerado] sustentável”.

LEIA TAMBÉM

Semana europeia da mobilidade assinalada com ciclismo nas escolas de Seia

O Município de Seia, a propósito da Semana Europeia da Mobilidade, e operacionalizada pela Associação …

Município de Gouveia assegura transportes escolares durante greve rodoviária

O Município de Gouveia está a assegurar o transporte escolar, devido à greve dos transportes, …