Home - Opinião - Beato Alex a caminho da canonização lança já as bases do futuro Santuário em sua glória, em Oliveira do Hospital.

Beato Alex a caminho da canonização lança já as bases do futuro Santuário em sua glória, em Oliveira do Hospital.

Alex mais o PS e, neste, os «irmãos dos aventais», já dominavam (quase) tudo em Oliveira do Hospital – a Câmara Municipal e quase todas as Freguesias – a Caixa Agrícola – os Bombeiros – a Cooperativa Agrícola local – o Futebol Clube Oliveira do Hospital – a ARCIAL  –  a Fundação Aurélio Amaro Diniz (em que a Câmara nomeia o Administrador…) – o Mega-Agrupamento Escolar…  E como Câmara e Governo distribuem subsídios, a partir daí, influenciam (asfixiam…) a vida cultural e as Colectividades…  É muito, é demais, é intolerável por ser um sistema intrinsecamente totalitário e intolerante !

Mas um tal domínio tem-se estendido a nível e âmbito da Religião Católica e para, assim, melhor pastorear almas e consciências… Na sombra do «igréjio» (da Igreja) Pálio,  o PS agradece  mau grado seus «irmãos» inconfessos que isto mesmo e principalmente são antes e após serem Camaradas no PS…   Mas esses «assobiam para o lado» e deixam passar a «procissão»…

Alex deu em «papar» discursos nas Missas.  E como nisso é de facto especialista,  Alex esmera o seu populismo e tece a sua rede de votantes fiéis começando por coser as almas dos  fiéis religiosos.  E não tem que ter receio do Inferno como castigo que os mesmos Padres que o ajudam a pecar já lhe perdoaram o pecado e ainda antes de Alex o ter cometido…  Se quisermos ser mauzinhos, diremos que o «negócio» tipo «voto por alma/euro» foi agora quantificado em 6 600 euros do dinheiro municipal a passar para a Igreja Católica, no Município. E diz-se que pode ser o começo de uma «sociedade por (três) quotas» abençoada e mutuamente vantajosa –  Câmara – PS – Igreja Católica.

Esperamos que um santo pudor entre nas cabeças dos principais envolvidos nesta coisa e os ilumine na senda do arrependimento e da abstinência.  – «Não voltaremos ser promíscuos!  Não voltaremos a ceder à tentação dos 30 dinheiros !».  Pois  que seja esta a bússola que os guie até à redenção !

Entretanto,

Entretanto, Alex está um beato acabado.  Talvez mesmo um Diácono estagiário  (tantas Missas; tantos Funerais e Baptizados… ).  Mas, enquanto isso, Alex prepara já a sua glória espiritual.  «Fazer o bem (distribuir subsídios…) sem olhar a quem» – política que diz seguir na Câmara – levá-lo-á, pensa, direitinho à canonização .  De Beato, Alex passará rapidamente a Santo.

Assim, nessa luminosa antevisão, Alex e a Câmara promovem aquela obra pró-faraónica que está a ser feita (pela Câmara) ao lado do Cemitério (velho).  Uma obra  com grandes escadarias pró-monumentais,  e parapeitos sobrepostos, e ruas e larguinhos pavimentados,  e espaços e socalcos a ajardinar.  Sim, tem todos os jeitos, esta obra, de poder vir a ser adaptada, no futuro-próximo, a Santuário – em honra e para eterna glória de Alex, o Presidente-Beato o muito amigo de pobres e de padres (que se saiba, já só lhe falta as freiras…).

Rivaliza assim e até supera (Alex diz quando se empolga: «sou um ganhador!») o Santuário Oliveirense de João Paulo II – o Papa-Santo.   É proeza !

E inspirando-nos nós em genial poeta, diremos agora:

– De Alex se diz que foi Santo e construiu Santuário

Mas, quem lhe pagou as obras e o «título» ?

 

Autor: Um Munícipe desalinhado

(O autor prefere o anonimato, mas identificou-se sem deixar dúvidas perante o jornal)

Foto: CIM Coimbra

LEIA TAMBÉM

COVID-19, dia 30 de Junho… véspera da abertura das fronteiras. Autor: Carlos Antunes

Estamos a horas de serem abertas as fronteiras terrestre com Espanha. Há 2 meses perguntava-se …

Viajar no tempo – O nosso património. Autor: Fernando Tavares Pereira

Hoje vim visitar os Fiais da Beira. Terra onde em tempos vinha nas lides futebolísticas …