Home - Últimas - Infecção de um profissional encerrou Unidade de Saúde na Lousã 

Infecção de um profissional encerrou Unidade de Saúde na Lousã 

Uma profissional da Unidade de Saúde Familiar, na Lousã, está infectada pelo vírus da COVID-19, o que obrigou ao encerramento deste serviço, confirmou hoje a Administração Regional de Saúde (ARS) do Centro. Um aviso afixado hoje no átrio do edifício, avisa os utentes que a USF Trevim Sol, coordenada pela médica Marília Pereira, “suspende a sua actividade assistencial, de 26 a 31 de Agosto de 2020, por motivos de higienização das instalações”.

A ARS do Centro numa nota refere a existência de “um caso de COVID-19 num profissional de saúde” da USF Trevim Sol, indicando que a situação foi confirmada pela Autoridade de Saúde do Pinhal Interior Norte.

Já a USF Serra da Lousã, no primeiro andar do mesmo edifício, mas “com um circuito de acesso distinto, encontra-se a funcionar normalmente, sem prejuízo de vigilância pela autoridade de saúde”, segundo o mesmo organismo do Ministério da Saúde. “A actividade da USF, que se encontra instalada no Centro de Saúde da Lousã, está temporariamente suspensa por motivos de precaução, estando a autoridade de saúde a proceder às necessárias diligências, designadamente à testagem de contactos”, acrescenta.

Por sua vez, a USF Serra da Lousã, “que partilha o mesmo edifício com um circuito de acesso distinto, encontra-se a funcionar normalmente, sem prejuízo de vigilância pela autoridade de saúde”. No sábado, segundo o comunicado, será realizada a desinfecção do Centro de Saúde.

A USF Trevim Sol vai manter-se “sem a consulta de atendimento permanente a funcionar, podendo os utentes recorrer ao Serviço de Atendimento Básico (SUB) do Centro de Saúde de Arganil”, segundo a ARS do Centro. “No domingo, dia 30, esta consulta voltará a funcionar”, informa, indicando ainda que “a autoridade de saúde prevê que a USF Trevim Sol retome a sua actividade normal de acordo com as normas e orientações da Direcção-Geral da Saúde na segunda-feira”.

Também a Câmara da Lousã divulgou hoje uma nota a informar que a USF foi “encerrada até novas indicações” depois de “um profissional ter testado positivo para COVID-19”. “Todos os profissionais desta unidade foram já testados, estando a aguardar-se os resultados”, adianta.

LEIA TAMBÉM

Prejuízos com água, saneamento e resíduos são “assustadores” na CM da Guarda

“Isto é assustador. Neste momento, há munícipes que devem à Câmara em água, saneamento e …

Tribunal de Tábua adia por seis meses julgamento do israelita Gilad

O tribunal de Tábua decidiu hoje suspender por seis meses o julgamento do alegado antigo …