Home - Últimas - Tribunal da Relação reverte decisão e condena amante de Rosa Grilo a 25 anos de cadeia

Tribunal da Relação reverte decisão e condena amante de Rosa Grilo a 25 anos de cadeia

O Tribunal da Relação de Lisboa reverteu a decisão da primeira instância e condenou António Joaquim, amante de Rosa Grilo, a 25 anos de cadeia em cúmulo jurídico: 24 pelo homicídio de Luís Grilo e um ano por profanação de cadáver. O Tribunal da Relação manteve ainda a pena de Rosa Grilo, que tinha sido condenada pelo Tribunal de Loures à pena máxima de 25 anos.

António Joaquim tinha sido ilibado do envolvimento do crime. Em Março, o tribunal alegou falta de provas que colocavam António nos locais do crime. A arma usada para matar Luís seria a única prova que o poderia ligar ao homicídio do triatleta. Mas, logo na primeira sessão de julgamento, Rosa ilibou o amante, assegurando ao Tribunal que foi ela quem tirou a arma de casa de António “para se proteger dos angolanos”, sem que aquele soubesse.

 

LEIA TAMBÉM

Críticas levam Governo a suspender Carta de Perigosidade de Incêndio Rural

O Governo suspendeu a Carta de Perigosidade de Incêndio Rural, disse hoje a ministra da …

Tábua passa a contar com desfibrilhadores automáticos nas instalações desportivas

O Município de Tábua procedeu à implementação do Programa de Desfibrilhação Automática Externa (DAE), licenciado …