Home - Outros Destaques - Os dois testes realizados a utentes da FAAD que inicialmente se revelaram inconclusivos são negativos

Os dois testes realizados a utentes da FAAD que inicialmente se revelaram inconclusivos são negativos

Os dois, dos 78 testes realizados numa primeira fase a utentes e funcionários da Fundação Aurélio Amaro Diniz (FAAD), e que num primeiro resultado se revelaram inconclusivos, confirmaram-se já como negativos. O presidente do Conselho de Administração da FAAD revelou que todos os utentes infetados estão assintomáticos e garantiu que a instituição está “a tomar as devidas precauções”. Quatro utentes infectados “foram todos isolados numa ala”, para onde irá também o utente que deverá regressar hoje de Coimbra.

Os utentes do lar “estão a ser tratados como deve ser, isolados nos seus quartos, a fazer o confinamento, de maneira a cumprir as normas que são utilizadas nesta situação”, explicou à Rádio Boa Nova aquele responsável que procurou também dar uma explicação para o início da infecção. O responsável diz que terá tido origem por via de um utente, agora infetado, que se tinha deslocado a Coimbra para uma consulta com o filho. “É a única possibilidade”, frisa.

LEIA TAMBÉM

Sandra Fidalgo assumiu a liderança do PSD de Oliveira do Hospital e Mário Alves é o presidente da Mesa da Assembleia

Sandra Andrade Fidalgo tomou ontem posse como a nova presidente da Concelhia do PSD de …

José Carlos Alexandrino incorre numa pena até dois anos de prisão, segundo a CNE

O ex-presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital volta a ser alvo de reprimendas …