Home - Outros Destaques - Nina Alves, uma voz com raizes em Nogueira do Cravo, acredita que o The Voice Kids é o início de uma carreira musical

Nina Alves, uma voz com raizes em Nogueira do Cravo, acredita que o The Voice Kids é o início de uma carreira musical

A mãe, Carla Nina, é natural de Nogueira do Cravo e tem sido uma das pessoas que mais tem apoiado a filha, Nina Alves, que brilhou no programa “The Voice kids”. A jovem interpretou a canção “Desfolhada”, que tem letra de Ary dos Santos e que Simone de Oliveira levou ao Festival da Eurovisão de 1969. A actuação e voz convenceram o júri, principalmente Carlão que a escolheu para a sua equipa, colocando Nina Alves no restrito número de 60 aspirantes a cantores de um concurso que começou com 15 mil concorrentes. A próxima fase do programa ainda não está agendada, mas deverá ocorrer, provavelmente, no próximo mês.

“A interpretação foi única e segura. A Desfolhada é um tema muito especial e estou muito contente por te ter na minha equipa”, justificou Carlão depois daquela que é designada como prova cega. Nina Alves agradece e considera que este pode ser o início de um sonho. “Dei o primeiro passo naquilo que espero venha a ser uma carreira musical. Se ganhar o concurso posso ter um contrato com a Universal, mas o importante é que estou a dar a conhecer as minhas qualidades”, explica a jovem que para o ano espera ingressar no Conservatório de Música do Porto. “Tenho muita esperança porque tenho tido boas notas. E na música nunca tive aulas ou um professor. Tudo o que sei foi de forma autodidata”, remata, ela que tem como ídolos Simone de Oliveira, Mariza Liz, Áurea e os irlandeses U2.

A família, por seu lado, a viver em Vila do Conde, não esquece a terra de origem da mãe: a aldeia de Nogueira do Cravo, no concelho de Oliveira do Hospital. “É uma terra pequena e toda a gente nos conhece. A participação dela neste programa não passou despercebida. Costumamos ir lá visitar os meus país, mas com esta pandemia já não vamos há algum tempo”, explica Carla Nina, sublinhando que quando esta pandemia passar, a filha estará disponível para actuar em iniciativas que ocorram na cidade de Oliveira do Hospital. “Estou muito orgulhosa. Esta pode ser a primeira etapa de uma carreira musical”, conclui a mãe.

 

LEIA TAMBÉM

“A actual esmagadora maioria absoluta socialista conduziu Oliveira do Hospital à estagnação”

O líder do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, voltou ontem a fazer campanha em Oliveira …

A angústia de um produtor oliveirense de queijo Serra da Estrela DOP que pondera abandonar a actividade no final do ano

O pastor Paulo Rogério é um dos maiores produtores de queijo da Serra da Estrela …