Home - Últimas - Prisão preventiva para engenheiro electrotécnico responsável por incêndio na Sertã

Prisão preventiva para engenheiro electrotécnico responsável por incêndio na Sertã

O tribunal de Castelo Branco determinou ontem prisão preventiva como medida de coacção para o engenheiro electrotécnico a morar na Sertã suspeito de ser o autor de vários fogos desde 2017. O arguido é suspeito de ter sido o autor de vários incêndios de grandes dimensões, como o fogo que atingiu Mação, em 2017, e que consumiu 33 mil hectares, ou os incêndios em 2020 em Oleiros e Proença-a-Nova, que resultaram, respectivamente, em 5.000 e 14.000 hectares de área ardida.

A investigação começou em 2018 e culminou com a detenção do engenheiro suspeito de ter ateado quatro incêndios florestais nos concelhos de Sertã e Proença-a-Nova, no distrito de Coimbra, que deflagraram no domingo, com recurso a engenhos electrónicos alegadamente elaborados pelo suspeito.

LEIA TAMBÉM

Casos de COVID-19 sobem em Seia e Manteigas

O concelho de Seia registou nos últimos três dias mais quatro casos de COVID, subindo …

PJ faz buscas em Gouveia e Viseu na operação “Trapos”

A Polícia Judiciária, em equipa mista com a Direcção de Finanças do Porto, realizou uma …