Home - Politica - “A actividade política no concelho tem que deixar de ser conversa de comadres zangadas”
Depois do PSD, chegou agora a vez do PS que vai a votos já no próximo sábado, dia 19, mas num cenário de lista única e com José Francisco Rolo a recandidatar-se ao lugar. O candidato socialista diz estar pronto para os desafios de 2009 e critica a actual conjuntura política que se vive no seio do PSD.

“A actividade política no concelho tem que deixar de ser conversa de comadres zangadas”

Imagem vazia padrão“A política no concelho tem que ir para além dos descarados jogos de promessas pessoais e pressões, embrulhadas em lavagem pública de roupa suja. A actividade politica, no verdadeiro interesse do concelho, tem que deixar de ser conversa de “comadres zangadas”, como aliás muitos cidadãos já perceberam e têm vindo a repudiar”.

A frase – implicitamente dirigida ao actual contexto político em que vive o PSD local – foi enviada por José Francisco Rolo numa nota de imprensa a dar conta da sua recandidatura à presidência da comissão política concelhia (CPC) do PS.

Ao que o correiodabeiraserra.com apurou, as eleições socialistas deverão ocorrer, dia 19 de Abril, uma semana depois do concorrido acto eleitoral do PSD, e a sufrágio apenas deverá ser apresentada uma única lista.

Salientando que a lista encabeçada por Rolo será – conforme refere aquela nota de imprensa – “uma lista abrangente e pluralista, organizada para unir o Partido Socialista à volta dos grandes desafios políticos” que o PS tem pela frente – para 2009 estão marcadas as eleições Europeias, Legislativas e Autárquicas –, o candidato explica a sua decisão de ter aceite recandidatar-se à CPC do PS “por ter percebido que em face do trabalho realizado, da equipa de qualidade que se criou, do espírito de missão que temos, dos incentivos de vários camaradas, da importância dos combates políticos que temos pela frente, aos quais não podemos virar a cara, há condições para dar continuidade ao trabalho iniciado em 2006 – melhorando-o e aperfeiçoando-o, sempre na perspectiva de servir da melhor forma o concelho e as suas instituições”.

Rolo sublinha ainda que a sua lista não é movida por “ambições de auto-promoção pessoal”, mas sim porque existe a preocupação “com o estado a que chegou o concelho e a vida política local”.

LEIA TAMBÉM

PSD e CDS apresentam coligação autárquica que pretende “preparar um futuro promissor para o concelho de Oliveira do Hospital”

O PSD e o CDS/PP apresentaram ontem formalmente a coligação entre os dois partidos que …

Líder nacional do CDS continua a ser hipótese “muito difícil” para uma candidatura autárquica em Oliveira do Hospital

O PSD e o CDS recusaram-se ontem a apresentar os nomes que já estão escolhidos …