Home - Opinião - A Conta Solidária de Apoio às Vítimas dos Incêndios Florestais. Autor João Dinis (Jano)

A Conta Solidária de Apoio às Vítimas dos Incêndios Florestais. Autor João Dinis (Jano)

Conta Solidária de Apoio às Vítimas dos Incêndios Florestais (de 15 de Outubro de 2017)

Aberta pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital.

Pois para evitar trabalho a quem quiser saber, reproduz-se o texto que está na NET – na Página da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital – sobre este tema da já “famosa” Conta Bancária supostamente solidária e para – exclusivo – “Apoio às Vítimas dos Incêndios Florestais” (ano 2017) e que foi aberta, e aberta se mantém, pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital. Está assim:
————————————————————————————————————————- -“A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital criou uma Conta Solidária de Apoio às Vítimas dos Incêndios ocorridos em Oliveira do Hospital, nos dias 15 e 16 de Outubro de 2017.

Trata-se de uma conta gerida pela própria autarquia e os donativos podem ser realizados via transferência bancária para o IBAN: PT50 0035 0567 00026953430 37 (BIC SWIFT: CGDIPTPL).
Neste período difícil, o Município de Oliveira do Hospital agradece a todos pelo seu importante contributo e solidariedade demonstrados.

Todos os valores angariados serão exclusivamente investidos em ações de apoio às vítimas afetadas pelos incêndios.

Por uma questão de transparência pública, será pontualmente prestada a informação necessária nesta página oficial de internet do Município de Oliveira do Hospital, bem como em sede de Câmara e Assembleia Municipal.

Até à data de hoje, dia 5 de Abril de 2018, a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital ainda não utilizou qualquer verba da Conta Solidária, devendo anunciar brevemente a finalidade dos recursos financeiros disponíveis.

Neste período difícil, o Município de Oliveira do Hospital agradece a todos os cidadãos, entidades e empresas pelo seu importante contributo e solidariedade demonstrados.
DÊ O SEU CONTRIBUTO | AJUDE OLIVEIRA DO HOSPITAL A RENASCER
SALDO DA CONTA SOLIDÁRIA EM 26 DE DEZEMBRO DE 2018: 72.791,52 EUR (Página em Atualização).

Atenção portanto!
Não ! Nada de “truques” ! A solidariedade invocada não é para o ser em relação à Câmara Municipal…
A solidariedade é invocada para recolher dinheiro nesta Conta Bancária para “apoio às vítimas afetadas pelos incêndios” – aliás tal como a Câmara assume no pedido público!
Não! A solidariedade dos doadores não é invocada para o ser em relação à Câmara Municipal e ainda menos para com a vontade – “congelada” no tempo e discricionária no modo – do seu Presidente!
A verba recolhida é para ser gasta em apoio das vítimas dos Incêndios e, sobretudo, das que mais precisam! Não é para colher uns euros em juros no Banco e para “engordar” as finanças da Câmara na sua “prestação de contas”!…

Isto assim tão “torto” desacredita este tipo de campanhas solidárias e desacredita o nosso Município! Pois que estes apoios financeiros vão – já e com todo o critério – para os seus legítimos “donos”, no caso os maiores lesados – nomeadamente os INDIVIDUAIS – pelos Incêndios de 15 e 16 de Outubro de 2017!

Autor: João Dinis, Jano

 

LEIA TAMBÉM

As eleições, os políticos e os funcionários públicos. Autor: Nuno Tavares Pereira

Normalmente de quatro em quatro anos temos alguma instabilidade em muitos lares do nosso país. …

Tão compinchas que eles eram. Tão «galarozes» em que se transformaram… Autor: Carlos Martelo

Caríssimos. Escrevamos pois a glosar o mote: Na verdade, e não estou a descobrir a …