Home - Últimas - A SERRA: A promiscuidade entre as tradições da Serra da Estrela e do Minho. Autor: Fábio Luís

A SERRA: A promiscuidade entre as tradições da Serra da Estrela e do Minho. Autor: Fábio Luís

As novelas entraram no nosso dia-a-dia há muitos anos atrás e, desde então, a realidade e a ficção andam de mãos dadas.

Mas, onde acaba a realidade e começa a ficção?

A resposta a esta pergunta ajudar-nos-ia a perceber a razão pela qual existe tanta promiscuidade nas tradições que A SERRA apresenta, que supostamente são da Serra da Estrela.

Tal constata-se, entre outras, pelo baile de uma moda minhota, supostamente num rancho da Serra da Estrela, que diz ser de qualidade.

Contra factos não há argumentos: o que A SERRA está a apresentar não corresponde às tradições do povo da Beira Alta Serrana. É pura ficção. Mas será que isso é claro para todos? Acredito que não… Creio que muitos não o consigam distinguir e, por isso, acreditam que aquela moda é da Serra da Estrela.

Infelizmente, o folclore e a etnografia portuguesa continuam pelas ruas da amargura. Prova disso são as grandes instituições, como a SP TELEVISÃO e a SIC, produzirem e comercializarem matérias que apenas mancham a imagem daquilo que eu, e muitos de nós, defendemos.

Enquanto Serrano continuo revoltado. Não estão em causa as tradições da Serra do Açor (e ainda bem!), mas dos vizinhos da Serra da Estrela. Em todo o caso, trata-se de um assassinato à identidade de um povo!

Na minha humilde opinião, se era para isto, mais valia deixar o folclore de fora da novela… Considero que mais vale apresentar um trabalho de qualidade etnográfica para 200 pessoas que assistem a um festival de folclore, do que apresentar erros atrás de erros para milhares de portuguesas e portugueses verem através da televisão, confundindo-os quanto à definição de “folclore”.

Por este andar, o “folclore” vai continuar a ser visto como “cenas com cores”, “pessoas aos pulos e aos berros”, etc… Portanto, não estranhemos que continuem a usar expressões como “isto é uma folclorice”.

Mais uma vez digo: folclore NÃO É ISTO!

 

 

 

 

[A fotografia é antiga e mostra um pastor da Serra da Estrela… Achei que seria apropriado para acompanhar este meu desabafo e reflexão]

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autor: Fábio Luís

LEIA TAMBÉM

CM da Guarda cancela festa de Fim de Ano e activa Plano Municipal de Emergência

O presidente da Câmara Municipal da Guarda anunciou hoje que activou o Plano Municipal de …

Seia exige ao Governo que continue a potenciar a infra-estrutura aeronáutica do concelho

O Presidente da Câmara Municipal de Seia solicitou hoje ao Governo que “continue a potenciar …