Home - Últimas - A tranquilidade e a paisagem deslumbrante dos baloiços das aldeias do Sabugal

A tranquilidade e a paisagem deslumbrante dos baloiços das aldeias do Sabugal

O município do Sabugal contruiu um conjunto de baloiços panorâmicos “para embelezar” as aldeias” do concelho. Aos poucos foram-se uma das atracções procuradas por quem por ali vive e pêlos forasteiros.  Uma das atracções mais procuradas por quem cá vive e por quem o visita. O percurso abrange seis aldeias.

Há sítios considerados emblemáticos como as ruínas do Sabugal Velho na Serra do Homem de Pedra, na freguesia de Aldeia Velha, onde a atracção principal é agora, o baloiço em forma de Forcão. Com cerca de sete metros de altura e 350kg este baloiço feito pela junta de freguesia de Aldeia Velha, o Centro Recreativo e Cultural de Aldeia Velha e o Conselho Directivo dos Baldios de Aldeia Velha teve como principal objectivo a homenagem a uma das tradições mais importante do território, a Capeia Arraiana, Património Cultural Imaterial desde 2011.

Erguido a cerca de 900 metros de altura este baloiço dá a quem o visita a oportunidade de contemplar uma vista panorâmica de 360º. Despertando também nos seus visitantes um misto de emoções entre a tradição cultural e a tradição religiosa, uma vez que ao seu lado se encontra também a capela de nossa Senhora dos Prazeres.

A cerca de 20 quilómetros da Serra do Homem de Pedra encontra-se mais um baloiço panorâmico. É no Chão da Forca que temos o Baloiço Panorâmico de Vilar Maior. A estrutura deste baloiço configura as iniciais do nome da localidade, formando um conjunto harmonioso e dando-lhe assim um grande significado. A partir deste local podemos contemplar a bonita aldeia de Vilar Maior, uma antiga vila medieval, com um rico património histórico do qual sobressai o seu imponente castelo, castelo este que faz parte da nossa Rota das Cinco Vilas Medievais.

Podemos ainda a partir deste baloiço avistar a cidade da Guarda e a Serra da Estrela. A ideia deste baloiço partiu da Associação Muralhas de Vilar Maior e tem como principal objectivo a contemplação da paisagem que o rodeia, o local convida também quem o visita a ficar, para conseguir apreciar o deslumbrante pôr-do-sol que é possível ver a partir daquele mesmo local.

Saindo de Vilar Maior, e percorrendo aproximadamente 14 quilómetros chegamos ao Largo da Igreja do Seixo do Côa onde temos a oportunidade de sentir a brisa do vento no Seixo´s Tower Swing, um baloiço panorâmico simples de madeira. Localizado junto à Torre da Igreja da aldeia, dá a oportunidade a quem o visita de apreciar a maravilhosa paisagem que o rodeia. Contruído com materiais sobrantes de outras obras pela União de Freguesias do Seixo e Valongo do Côa, este baloiço partiu da imaginação de um jovem de Lisboa, com ligações ao Seixo do Côa.

A pouco mais de 20 quilómetros do Largo da Igreja do Seixo do Côa encontramos a Zona de Lazer do Mosqueiro, em Penalobo. Aqui os apaixonados pela natureza, e pelo despertar dos sentidos, têm a oportunidade de encontrar mais um dos seis baloiços panorâmicos. Em forma de cabeça de lobo, com um coração no centro, este convida quem o visita a deixar-se apaixonar pela vista em seu redor. Um baloiço criado pelo Centro Recreativo e Cultural de Penalobo que tem por ideia principal homenagear o lobo, animal mítico, que deu origem à denominação da localidade de Penalobo, e dos seus habitantes ‘Falupos’.

Nove quilómetros separam o baloiço de Penalobo do baloiço da Bendada. A aldeia da Bendada sempre foi reconhecida pela sua dedicação e amor pela música, em 2020 a sua banda filarmónica celebrou 150 anos, e foi, como forma de celebração que foi criado este tão característico baloiço panorâmico em forma de notas musicais. Localizado na “Eirinha” onde antigamente se tocava a alvorada, em dias de festa, este baloiço dá a quem o visita a possibilidade de desfrutar da bela vista que se divide entre a Serra da Estrela e a Serra da Gardunha sempre ao som do silêncio tranquilizador de toda a sua envolvente.

O último ponto fica a 40 quilómetros de distância da Bendada, na nossa bela Serra da Malcata. Reconhecida pelas suas únicas paisagens a Reserva Natural da Serra da Malcata tem agora uma nova atracção para quem a visita. É junto ao posto de Vigia da Machoca que encontramos o Baloiço da Machoca. A paisagem que o envolve é única e maravilhosa, é possível, através desse tão belo local deslumbrar os olhares com um pôr-do-sol único com vista para a serra e para a barragem do Sabugal.

LEIA TAMBÉM

Semana europeia da mobilidade assinalada com ciclismo nas escolas de Seia

O Município de Seia, a propósito da Semana Europeia da Mobilidade, e operacionalizada pela Associação …

Município de Gouveia assegura transportes escolares durante greve rodoviária

O Município de Gouveia está a assegurar o transporte escolar, devido à greve dos transportes, …