Home - Últimas - Agência Europeia do Medicamento dá luz verde à vacina da Moderna

Agência Europeia do Medicamento dá luz verde à vacina da Moderna

A Agência Europeia do Medicamento aprovou esta quarta-feira a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Moderna, de acordo com um comunicado divulgado pelo organismo europeu. “A AEM recomendou a concessão de uma autorização condicional de comercialização para a vacina da Moderna contra a Covid-19 para prevenir a doença pelo coronavírus em pessoas com mais de 18 anos de idade”, lê-se no comunicado. A vacina da Moderna tem uma eficácia de 94,1%, segundo o ensaio clínico, e é para pessoas acima dos 18 anos.

“Esta é a segunda vacina contra a Covid-19 que a AEM recomendou para autorização”, acrescenta a nota. Em dezembro, foi aprovada a vacina desenvolvida pela Pfizer e pela BioNTech, o que significa que os países da União Europeia têm agora duas vacinas à disposição para os seus planos de vacinação. Segundo o comunicado, o painel de especialistas da AEM “avaliou cuidadosamente a qualidade, a segurança e a eficácia da vacina e recomendou, por consenso, uma autorização condicional de comercialização formal”.

“Esta vacina dá-nos mais uma ferramenta para ultrapassar a atual emergência”, disse a diretora-executiva da AEM, Emer Cooke, a propósito da aprovação da vacina da Moderna, salientando “os esforços e o compromisso de todos os envolvidos” e elogiando a produção de uma segunda vacina “apenas menos de um ano depois de a pandemia ter sido declarada pelao OMS”.

“Tal como para todos os medicamentos, vamos continuar a monitorizar os dados sobre a segurança e a eficácia da vacina, para assegurar a proteção contínua do público da UE. O nosso trabalho será sempre orientado pela evidência científica e o nosso compromisso para com a salvaguarda da saúde dos cidadãos da UE”, acrescenta Emer Cooke.

LEIA TAMBÉM

Autoridades de La Palma agradecem donativo da MAAVIM

O Governo regional do arquipélago das Canárias agradeceu hoje via email o donativo de 500 …

Padre investigado por alegadamente assediar menor em Viseu 

O Ministério Público está a investigar um padre da diocese de Viseu, de 46 anos, …