Home - Últimas - Escolas da Mêda adoptam regime não presencial neste início de segundo período lectivo

Escolas da Mêda adoptam regime não presencial neste início de segundo período lectivo

O Agrupamento de Escolas de Mêda, atendendo à actual situação epidemiológica de COVID-19 que se verifica no concelho, decidiu que o início do segundo período escolar será em regime não presencial. Considerada como uma medida preventiva, as actividades lectivas vão funcionar neste regime previsivelmente durante 11 dias (de 4 a 15 de Janeiro). O Diretor do Agrupamento de Escolas de Mêda, Luís Filipe Branco Lopes, explica que esta é uma medida “preventiva e de mitigação”. A Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, após parecer emitido pela Autoridade de Saúde competente (Autoridade de Saúde Local – Delegado de Saúde Regional), decidiu determinar a transição para o regime não presencial no desenvolvimento das atividades letivas do Agrupamento de Escolas de Mêda no início do 2º período letivo, por um período previsível de 15 dias (de 04 a 15 de janeiro)”, escreve numa nota no site do Agrupamento, no qual apela “à tranquilidade, compreensão e colaboração de toda a comunidade”.

LEIA TAMBÉM

Sindicato exige soluções para problemas dos trabalhadores da Câmara de Tábua

O Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local (STAL) acusou hoje a Câmara de Tábua de …

União Europeia reforça frota de combate a incêndios

A Comissão Europeia anunciou esta hoje o reforço da frota europeia para combate aos incêndios …