Home - Últimas - Aldeia de Montanha de Cabeça, Seia, volta a ser a Aldeia Natal a partir de sábado

Aldeia de Montanha de Cabeça, Seia, volta a ser a Aldeia Natal a partir de sábado

A Aldeia de Montanha de Cabeça, no concelho de Seia, volta a ser, a partir de sábado e até dois de Janeiro, a aldeia de Natal que os responsáveis acreditam ser a mais típica e ecológica do país. Esta Festa de Montanha, que este ano conta com a sua nona edição, algo limitada devido à COVID-19, toda a decoração é feita com recursos naturais e com a vontade e o trabalho das gentes da aldeia.

Há muito que os habitantes de Cabeça trabalham naquela que pretendem que seja a mais peculiar e sustentável aldeia de Natal. Tudo é feito com as mãos sábias dos cerca de 170 moradores desta Aldeia de Montanha e com materiais da Natureza, como as giestas, as videiras, os pinheiros, folhas de fetos, lã das ovelhas bordaleiras, canas de milho, entre outros. Os materiais reciclados resultam das limpezas “cirúrgicas” das florestas do Parque Natural da Serra da Estrela e terrenos vizinhos.

Todo o trabalho é feito pela comunidade, com o empenho de todas as colectividades da aldeia, da Associação de Desenvolvimento Integrado da Rede Aldeias de Montanha (ADIRAM) e do Município de Seia. Não há empresas envolvidas, são apenas os habitantes que se encarregam de dar corpo e alma à decoração desta festa natalícia.

A aldeia está em harmonia com o verdadeiro espírito natalício de comunhão, partilha e valorização de tradições, de que são exemplo a missa do Galo, a fogueira de Natal, a confecção de iguarias no forno comunitário e o Mercado de Natal com produtos regionais.

As portas de casa dos habitantes estão abertas e dão vida ao pequeno mercado de Natal, as tasquinhas e as ruas são espaços em que a comunidade se funde com os visitantes. Mas, é ao entardecer que a magia acontece, com milhares de luzes de tecnologia led a iluminarem as ruelas e o casario típico desta Aldeia de Montanha (recorde-se que esta foi a primeira aldeia led do país, desde 2011, um contributo real para eficiência energética e promoção de economia de baixo carbono).

Para acesso ao evento é obrigatória a apresentação do Certificado Digital COVID da UE ou apresentação de resultado de teste negativo para SARS-CoV-2.  Na visita à aldeia, mesmo nos espaços exteriores, a utilização de máscara é obrigatória. Serão também disponibilizados dispensadores de álcool gel à entrada do evento, onde será feito o controlo de acesso.

LEIA TAMBÉM

Candidatos a deputados do PS por Coimbra e de Viseu visitam IP3 em Penacova

Os candidatos a Deputados do PS à Assembleia da República pelos círculos eleitorais de Coimbra …

“Apelo a compromisso público para ser travado o processo dos projetos em curso de mineração, designadamente de Lítio”

Um conjunto de organizações decidiram escrever uma carta aberta aos partidos políticos e aos candidatos …