Home - Sociedade - Cultura - “Anne Frank: uma história para hoje” em exposição em Oliveira do Hospital até 2 de março

“Anne Frank: uma história para hoje” em exposição em Oliveira do Hospital até 2 de março

Composta por mais de 200 fotografias, a mostra conta a história de Anne Frank numa ligação entre a vida pessoal e o holocausto vivido na 2ª Guerra Mundial.

“Anne Frank: uma história para hoje” é o nome da exposição que o Instituto Português da Juventude e o projeto “Aprender Direitos Humanos: Passado e Presente” tem patente até ao dia 26 de fevereiro na Casa da Cultura César Oliveira, em Oliveira do Hospital e, entre 27 de fevereiro e 2 de março, na EB2,3 da cidade.

Composta por 200 fotografia pessoais do arquivo da família Frank, dispostas por 34 painéis educativos, a exposição conta ainda com excertos do famoso diário de Anne Frank que narram a vida da autora tendo a história da 2ª Guerra Mundial e do Holocausto como pano de fundo.

A exposição que retrata “o que o ódio racial pode fazer a uma sociedade”, passou em 2011 por mais de 150 cidades em todo o mundo e dirige-se a quem não teve oportunidade de ainda realizar uma visita ao Museu Anne Frank House em Amesterdão.

Aos visitantes é dada a possibilidade de construírem uma visão geral de como a história pessoal se relaciona com os eventos ocorridos a nível mundial.

“Anne Frank: uma história para hoje” narra a história de como a família Frank foge para a Holanda deixando para trás a Alemanha Nazi e, de como foi obrigada a esconder-se durante cerca de dois anos num “anexo secreto” nas traseiras de um edifício de escritórios. Há ainda alusão ao modo como outras pessoas os ajudaram e também a história relativa a outra família que se escondeu com eles. O momento da traição que os conduz aos campos de concentração e à morte também é retratado na exposição.

Para além de apreciarem a exposição, os visitantes são ainda desafiados a deixar uma mensagem que mostre a sua ligação a Anne e que servirá para construir uma corrente colorida que se ligará à exposição. A exposição vai, nos próximos meses, percorrer outras cidades portugueses.

Integrada no projeto “Aprender Direitos Humanos: Passado e Presente”, que será desenvolvido nos próximos anos junto dos jovens portugueses, a iniciativa pretende contribuir para a construção de um pensamento crítico sobre Direitos Humanos.

LEIA TAMBÉM

Seia recebe CineEco que organiza 1º Encontro Mundial de Festivais de Cinema Ambiental com oradores de destaque mundial e mais de 80 filmes

A 24ª edição do CineEco – Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela  arranca no …

‘Nariz Preto’ de Pedro Tochas chega a Oliveira do Hospital

O espectáculo de Pedro Tochas, ‘Nariz Preto’, inserido no âmbito do programa ‘Coimbra Região de …