Home - Região - Oliveira do Hospital - António Lopes diz que saída de Liliana Lopes se deveu à linha editorial do CBS e acusa “encomendadores de notícias” de lhe deverem mais de 232 mil euros
António Lopes diz que saída de Liliana Lopes se deveu a linha editorial do CBS e acusa “encomendadores de notícias” de lhe deverem mais de 232 mil euros

António Lopes diz que saída de Liliana Lopes se deveu à linha editorial do CBS e acusa “encomendadores de notícias” de lhe deverem mais de 232 mil euros

O empresário António Lopes reconhece que existiram salários em atraso para com a jornalista Liliana Lopes, mas garante que não foi esse o motivo que levou à ruptura com directora do Correio da Beira Serra, como hoje surgiu noticiado, em simultâneo, em dois media locais, sem que a ex-directora do CBS tenha sido ouvida. António Lopes, que se encontra fora do país, refere, como causa da divergência, a linha editorial que estava a ser seguida “nos últimos tempos pelo CBS”. “O dever do bom jornalismo é escrutinar o poder, todo o poder, foi isso que se pediu e pede, a todos quantos trabalharem no CBS”, refere. E acusa os “encomendadores de notícias” de lhe deverem mais de 232 mil euros.

António Lopes garante que, na notícia que agora veio a público, não foi contactado para ter direito ao contraditório, como manda o código deontológico. “Claro que não estamos a falar de órgãos de comunicação Social. Todos sabemos o que são e como sobrevivem”, frisou, adiantando que não é esse o jornalismo que defende. “Escrever à medida das necessidades da barriga, deixamos para outros. Recusamo-nos a ser avençados e ser vozes do dono”, resume. O empresário nem sequer estranha que a notícia tenha saído em simultâneo em órgãos de comunicação locais, como se a antiga directora do CBS tivesse dado uma conferência de imprensa.

Liliana Lopes diz não ter sido ouvida

O Correio da Beira Serra, porém, falou com Liliana Lopes que garantiu não ter sido contactado por qualquer dos elementos que fizeram as notícias. E, sublinha, que em nenhum local das notícias existe qualquer afirmação sua. “Ninguém falou comigo, mas as pessoas é que são responsáveis por aquilo que escrevem”, sublinhou a ex-directora do CBS. “Não quero fazer mais comentários. É verdade que rescindi, mas apesar das nossas divergências, foi tudo muito pacífico com o senhor Lopes. Comprometeu-se a pagar-me tudo o que era devido e acredito plenamente na sua palavra”, explicou, sem querer tocar mais no assunto. “O que quero é viver a minha vida sossegada”, rematou.

Antes da saída da jornalista, houve uma troca intensa de mails entre proprietário e directora, onde se nota a discordância em termos editoriais. Num deles, António Lopes explica que não está “em ‘cruzada’ com ninguém”. “Luto, pelo que luto há 40 anos, com muitos prejuízos pessoais”.

Nesta troca de correspondência, António Lopes salientou que pretendia apenas “liberdade de expressão e um jornalismo independente”. “Mostrei o meu desagrado. Reafirmei que o dever do jornalismo é escrutinar o poder. Todo o poder. Ela não se identificava com a linha tradicional do jornal e eu recusava-me a transformar o CBS numa outra ‘Folha do Centro’”. Liliana Lopes terá, posteriormente, enviado uma carta de despedimento. “Acordámos a indemnização de lei e fizemos um acordo de pagamento que vamos a cumprir, uma vez que só estava dependente de eu poder mobilizar o dinheiro, o que já foi conseguido”, sublinha o proprietário do jornal.

O empresário deixa ainda uma acusação àqueles que “classifica como encomendadores de notícias”. Garante que este grupo, no seu conjunto, lhe deve um total de “232 mil euros mais uns juros”. “Nos dias de Assembleia costumam lá estar, todos, em funções. Se andam tão preocupados, se lhes repugna tanto, paguem. Escusava de andar a passar estas vergonhas de não pagar os salários o que, de facto, me custa muito”, sublinha António Lopes. Reafirma que o CBS deu e dará prejuízo, mas que por formação é contra os despedimentos. “O normal é quando as empresas dão prejuízo encerrá-las. Não o fazemos”, rematou.

 

LEIA TAMBÉM

Bebé nasceu na ambulância dos Bombeiros Voluntários de Lagares da Beira

Os Bombeiros Voluntários de Lagares da Beira auxiliaram hoje o nascimento de uma criança quando …

Edição impressa do Correio da Beira Serra nº3

Clique na capa abaixo para ler a edição impressa.