Home - Região - Arganil e Góis: Candidatos do PS acusados pelo Ministério Público

Arganil e Góis: Candidatos do PS acusados pelo Ministério Público

Segundo informação avançada pelo Campeão das Províncias, Miguel Ventura e Lurdes Castanheira foram constituídos arguidos pelos seus papéis na Adiber, o primeiro na qualidade de coordenador do organismo e membro do grupo de Acção Local e a segunda enquanto secretária da Direcção.

A Miguel Ventura foi deduzida acusação por alegada co-autoria de falsificação de documento e de presumível fraude na obtenção de subsídio. Lurdes Castanheira está acusada de eventual participação nos mesmos crimes, pairando, igualmente, sobre ela a suspeita de co-autoria de desvio de subsídio para fim diferente daquele para que foi atribuído.

 

Segundo o mesmo jornal, também Girão Vitorino, presidente cessante da Câmara de Góis, e os antigos vereadores Manuel Gama e Humberto de Matos estão acusados de participação económica em negócio. Dos membros do actual executivo camarário de Góis apenas a Girão Vitorino foi deduzida acusação.

LEIA TAMBÉM

MAAVIM vai pedir ao ministro da Agricultura e à líder da CCDR Centro que coloquem lugar à disposição

O Movimento Associativo de Apoio às Vítimas dos Incêndios de Midões (MAAVIM) deverá pedir amanhã …

CAULÉ – CAULÉ. Afinal o que é ? Autor: João Cruz

É uma espécie de euromilhões que devia sair por todos os associados mas que não …