Home - Região - Oliveira do Hospital - Bastonário da Ordem dos Médicos visita concelho de Oliveira do Hospital para se inteirar dos problemas de saúde

Bastonário da Ordem dos Médicos visita concelho de Oliveira do Hospital para se inteirar dos problemas de saúde

O bastonário da Ordem dos Médicos, José Manuel Silva, desloca-se a Oliveira do Hospital, na próxima segunda-feira, para se inteirar dos problemas relacionados com a falta de médicos que vêm afectando milhares de utentes do Serviço Nacional de Saúde no concelho. A notícia é avançada pelo site da autarquia, referindo que a visita surge a convite do Presidente da Câmara Municipal, José Carlos Alexandrino. O bastonário da Ordem dos Médicos é recebido, pelas 9h15, no salão nobre dos Paços do Município, visitando depois o Centro de Saúde de Oliveira do Hospital, a Extensão de Saúde de Lagares da Beira e, ainda, o Hospital da Fundação Aurélio Amaro Diniz e a Unidade Móvel de Saúde.

“Esta visita do representante dos médicos a Oliveira do Hospital, surge na sequência das várias tomadas de posição da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (CMOH), que têm vindo a ser noticiadas na comunicação social, contra a deficiente resposta das estruturas públicas de saúde do concelho”, refere o comunicado da autarquia, salientando que José Carlos Alexandrino tem vindo a advertir as entidades que tutelam o sector para a falta de médicos de família, assim como o problema relacionado com as extensões de saúde que funcionam deficitariamente. É “uma situação muito crítica que provoca grandes danos na qualidade da assistência médica quem vem sendo prestada à população”, refere o autarca.

Sublinhando que para tentar garantir serviços mínimos de qualidade, tem sido a própria Câmara Municipal a assegurar temporariamente, através do orçamento municipal, a contratação de médicos e a cedência de alojamentos, para assim evitar o colapso dos serviços públicos em Oliveira do Hospital”, José Carlos Alexandrino classifica como ” um drama haver mais de oito mil cidadãos, como idosos, doentes crónicos e grávidas, com dificuldades de acesso a uma simples receita médica”

“Não podemos continuar a ter cuidados de saúde precários e insuficientes no concelho de Oliveira do Hospital”, frisa o autarca, dando conta que só a autarquia tem evitado uma situação ainda mais catastrófica. “Se a Câmara não tivesse colocado em funcionamento uma Unidade Móvel de Saúde nalgumas das freguesias mais periféricas do concelho e em zonas de montanha, através de uma parceria com a Fundação Aurélio Amaro Diniz, teríamos hoje um cenário muito mais dramático e muito mais gente entregue à sua sorte”, explica José Carlos Alexandrino.

 Foto: www.jornalmedico.pt

LEIA TAMBÉM

Choque frontal em Seixo da Beira provoca ferido grave

Um choque frontal entre dois veículos ligeiros de mercadorias hoje de manhã em Seixo da …

Oliveira do Hospital: viatura corta trânsito pedonal junto ao rio Alva desde Agosto

Uma viatura pesada de matrícula francesa está a impedir o trânsito pedonal, junto ponte romana, …