Home - Opinião - Bilhete Postal” desde a “Rua do Barrocão”: (União de Freguesias de Lagos e Lajeosa, e situada nesta última para acesso a Malhadoura e Poeiro). Autor João Dinis, Jano

Bilhete Postal” desde a “Rua do Barrocão”: (União de Freguesias de Lagos e Lajeosa, e situada nesta última para acesso a Malhadoura e Poeiro). Autor João Dinis, Jano

Começar por dizer que o Concelho não é só a Cidade ou só o Vale do Alva e do Alvôco.  Claro que há mais Concelho, por vezes escondido, quiçá “esquecido” designadamente por parte da Câmara Municipal.

Também há a “Terra Chã”, por exemplo.  Assim, desta vez envio um “Bilhete Postal” desde a “Rua do Barrocão” que dá acesso e retorno desde a Estrada – Oliveira do Hospital – Lagares – Ervedal – para as povoações de Poeiro e Malhadoura, na União de Freguesias de Lagos e Lajeosa e situadas nesta última freguesia.

São Povoações relativamente pequenas mas onde residem Pessoas com os mesmos direitos das que vivem na Cidade.  E que têm necessidade de se movimentarem em segurança.

Acontece que está muito danificada – e já desde as inundações de 2019 – a estradita asfaltada baptizada por “Rua do Barrocão” em especial junto à ribeira que agora até corre cheia de água pluvial.  Portanto, há já três anos que a situação muito precária se mantém com o muro de sustentação da rua caído para a levada e agora a ameaçar novas derrocadas.  Em consequência, esta “Rua do Barrocão” está ainda mais estreitada (na zona em causa chega a ficar com apenas 3 metros livres, à largura) e, sobretudo, está ainda mais perigosa de atravessar junto à levada (agora bem forte…), mormente durante a noite e os nevoeiros.

Pois que andam a fazer a Câmara Municipal e mesmo a Protecção Civil em Oliveira do Hospital que não mandam arranjar, como lhes compete, este troço da “Rua do Barrocão”?  Estão por acaso à espera que o muro de sustentação da margem esquerda da ribeira caia todo para a levada e que esta Rua fique completamente cortada ao trânsito?  Ou que por lá aconteça algum acidente grave com alguém ou com alguma viatura em trânsito para só então tomarem as devidas providências?…

Acontece que da nossa parte, e nós próprios somos utilizadores embora ocasionais da “Rua do Barrocão”, já a 28 de Outubro de 2022, tomámos a iniciativa de comunicar à Câmara e também à Junta de Freguesia da União de Freguesias de Lagos da Beira e Lajeosa, reclamando medidas correctivas, esta situação precária e mesmo perigosa do péssimo estado da “Rua do Barrocão” junto à ribeirita confinante. Repete-se que o muro de sustentação ruiu em grande parte já em 2019 e que, desde aí para cá (durante 3 anos…), ainda não tomaram as providências necessárias e inadiáveis…

Pois então que providenciem o arranjo da “Rua do Barrocão” – leva a Poeiro e a Malhadoura (Lajeosa) – que mais vale tarde que nunca e também porque mais vale prevenir que remediar (acidentes…).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autor: João Dinis, Jano

 

LEIA TAMBÉM

 “Crónicas de Lisboa”: Nunca é Tarde para Mudar de Vida. Autor: Serafim Marques

Ele era um velho profissional da área da fotografia e da publicidade com bastante experiência …

O Papa Francisco… não merecia esta traição. Autor: Luís Paulo Rodrigues

O Papa Francisco, um homem admirável, um grande líder religioso e político do nosso tempo, …