Home - Últimas - Bloco de Esquerda da Guarda quer que autarquia resolva problema de alunos sem internet

Bloco de Esquerda da Guarda quer que autarquia resolva problema de alunos sem internet

O Grupo Municipal do Bloco de Esquerda da Guarda quer saber quantos alunos existem no concelho sem acesso à internet e quais as medidas que a Câmara Municipal da Guarda tem para colmatar essas necessidades. Os bloquistas acreditam que existem, segundo dados do INE, mais de cinco por cento dos estudantes com menos de 15 anos em casas sem internet.

“No inicio desta semana os alunos de todo o concelho começaram a ter aulas à distância, para tentar controlar a disseminação da pandemia Covid-19 e, ao mesmo tempo, acompanhar as atividades letivas enquanto as escolas estão fechadas”,começa por referir o Bloco, manifestando a sua preocupação com os alunos que não dispõem de computador e acesso à Internet nas suas casas. “Esta situação dificulta diretamente o rendimento escolar durante este período e em muitos casos até promove o abandono escolar, atingindo alunos de todos os graus de ensino, do básico ao superior”, sublinham.

Reconhecendo que o Poder Central é quem mais responsabilidade tem por estas desigualdades sociais, continuam os elementos do Bloco, entendemos que as autarquias, incluindo a da Guarda, também têm um papel social a desempenhar devendo ajudar a minimizar estes problemas.

LEIA TAMBÉM

Universidade da Beira Interior investiga formas de melhorar produção de mirtilo

A Universidade da Beira Interior (UBI) está a desenvolver um estudo que pretende melhorar a …

Máquina de rasto incendeia-se no Parque Eólico do Cadafaz, em Góis

Uma máquina de rasto incendiou-se hoje no parque eólico do Cadafaz, em Góis, confirmou o …