Home - Últimas - Bombeiro morre asfixiado em incêndio de Antelas no concelho de Oliveira de Frades

Bombeiro morre asfixiado em incêndio de Antelas no concelho de Oliveira de Frades

Um bombeiro de 41 anos morreu, ao início da tarde desta segunda-feira, durante o combate às chamas na localidade de Antelas, concelho de Oliveira de Frades, distrito de Viseu. “Era um dos meus homens, da minha corporação. Era um bombeiro profissionalizado, pertencia à Equipa de Intervenção Permanente (EIP) e estava com os colegas no combate e ao que parece desviou-se um bocadinho para a direita e, às tantas, são surpreendidos por trás e ele fugiu para a frente”, contou à agência Lusa o comandante dos Bombeiros Voluntários de Oliveira de Frades.

Fernando Farreca explicou ainda que “foi aí que ficou desaparecido por algum tempo,” uma vez que “a restante equipa estava mais desviada e conseguiu escapar”. E “ele acabou por morrer mais à frente asfixiado, porque não tinha queimaduras no corpo”. “Foi o fumo”, acrescentou o comandante, que disse que o bombeiro tinha desaparecido “um par de horas antes”.

Segundo a mesma fonte, o incêndio que começou às 11h24, na localidade de Antelas, freguesia de Pinheiro, Oliveira de Frades, “já está dentro de um perímetro que agora é necessário controlar, para que ele não fuja dessa área“. Às 16h45, estavam a combater este incêndio 318 operacionais, 96 viaturas e 12 meios aéreos.

O ministro da Administração Interna já enviou os pêsames à família da vítima. “Recebi, com muita tristeza, a notícia da morte do bombeiro Pedro Daniel Ferreira, do Corpo de Bombeiros Voluntários de Oliveira de Frades, durante as operações de combate ao incêndio que deflagrou esta segunda-feira no concelho de Oliveira de Frades, distrito de Viseu”, começa por dizer numa nota. “Endereço os meus sentidos pêsames à família, amigos e ao Corpo de Bombeiros Voluntários de Oliveira de Frades. Neste momento de consternação para todos os portugueses relembro, com enorme gratidão, a forma generosa, profissional e sempre abnegada com que, todos os dias, milhares de bombeiros integram este esforço nacional de defesa da floresta contra os incêndios”, conclui Eduardo Cabrita.

LEIA TAMBÉM

Um ferido grave em despiste no Carregal do Sal

Um homem, de 25 anos, ficou gravemente ferido após despiste do carro que conduzia em …

Rui Rio acredita na conquista da CM de Oliveira do Hospital e Francisco Rodrigues fala em “dinâmica de vitória irreversível”

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital é uma das autarquias que o presidente do …