Home - Sociedade - Saúde - Bombeiros de Oliveira do Hospital receberam nova viatura do INEM

Bombeiros de Oliveira do Hospital receberam nova viatura do INEM

A corporação de Oliveira do Hospital integrou o grupo de 33 corpos de bombeiros que, na semana passada, foi contemplado com as novas viaturas do Instituto Nacional de Emergência Médica.

A entrega das novas ambulâncias aos designados Postos de Emergência Médica (PME) ocorreu na cerimónia realizada, dia 9 de Julho, em Lisboa e comandada pelo presidente do INEM, Abílio Gomes que explicou que aquela acção dava “continuidade a um programa sistemático de substituição de ambulâncias, em fim de vida ou acidentadas, iniciado no ano transacto”, e que traduziu um investimento de mais de 13 milhões de Euros.

A medida agradou a direcção e comando dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital que aguardavam pela substituição da viatura do INEM, com oito anos de serviço na corporação oliveirense.

Ao correiodabeiraserra.com, o presidente da direcção contou que o INEM já estava sensibilizado para a necessidade de renovação da viatura localizada em Oliveira do Hospital e que optou, agora, por contemplar a corporação com uma nova ambulância.

Na opinião de Arménio Tavares, os bombeiros oliveirenses estão agora “melhor equipados”. “É uma mais valia. Temos uma viatura nova e será menor a possibilidade de falhar em serviço”, referiu, expectante de que o INEM possibilite à corporação manter a antiga viatura como ambulância de reserva. Se tal se vier a concretizar será “ouro sobre azul”, como referiu a este diário digital o comandante Emídio Camacho.

Sem grandes alterações em matéria de equipamentos, a mais valia assenta sobretudo na viatura que chegou às mãos dos bombeiros oliveirenses “com zero quilómetros” e com um maior conforto no interior.

Na esperança de que antiga viatura permaneça na corporação enquanto veículo de reserva, Emídio Camacho já equaciona a compra de um novo Monitor de Sinais Vitais, uma vez que o existente já se encontra instalado na nova ambulância.

Ao sinal de alarme, a viatura do INEM sai, normalmente, em auxílio com um Tripulante de Ambulância de Socorro e dois Tripulantes de Ambulância de Transportes, os quais podem ser enfermeiros caso se encontrem de serviço na corporação.

Com uma nova viatura e outra em vias de poder ficar em reserva, Emídio Camacho considera que a corporação de bombeiros da cidade está dotada de melhores recursos ao nível da emergência pré-hospitalar. “Há agora uma maior eficácia na capacidade de resposta”, frisou o comandante.

LEIA TAMBÉM

Rússia detectou primeiro caso de transmisão a humanos de estirpe do vírus da gripe das aves

A Rússia anunciou hoje que detetou o primeiro caso de transmissão a humanos da estirpe …

Indice de transmissibilidade do SARS-CoV-2 já está negativo em Portugal e há redução de casos em todo o país

O índice médio de transmissibilidade (Rt) do vírus SARS-CoV-2 está nos 0,66, representando uma tendência …