Home - Destaques - Câmara de Oliveira aplaude futura ampliação da unidade Sonae Indústria

Câmara de Oliveira aplaude futura ampliação da unidade Sonae Indústria

A unidade da Sonae Indústria de Oliveira do Hospital está a estudar a possibilidade de ampliação. A medida merece o aplauso da Câmara Municipal que, por esta altura, está “determinada” em prestar o apoio necessário àquele propósito.

“O grupo Sonae tem vindo a fechar unidades na Europa e aqui quer criar mais postos de trabalho”, a afirmação em jeito de regozijo foi proferida, ontem, pelo presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital que, em reunião do executivo, informou da intenção da Sonae Indústria ampliar a unidade que tem em funcionamento em S. Paio de Gramaços.

Segundo explicou José Carlos Alexandrino, a empresa tem em vista a substituição de uma linha de produção que requer uma ampliação das instalações. Em causa estará um “forte investimento”, mas que por esta altura está condicionado à falta de espaço para que a unidade se possa expandir.

“Já decorrem conversações com a sociedade Recreativa Lealdade Sampaense para cedência do campo de Futebol ao Grupo Sonae”, desvendou o autarca, assegurando que da parte da Câmara Municipal haverá total apoio ao projeto, que é entendido como “muito importante” quer para a própria unidade, quer para o concelho. “Estamos muito determinados e a Câmara pode investir nalgumas vias de comunicação que poderão ter que ser desviadas. Estamos muito empenhados neste trabalho do grupo Sonae”, registou José Carlos Alexandrino, satisfeito por as unidades de Oliveira do Hospital e de Mangualde serem consideradas as “melhores” da Sonae Indústria.

Ao mesmo tempo que se revelou disponível para apoiar o projeto de ampliação daquela unidade, o presidente da Câmara destacou a necessidade de “mexer nos regulamentos de apoio aos empresários”. “Há novos tempos e novas dificuldades e temos que nos adaptar e fazer reajustamento sem perdemos a dinâmica e o élan que o concelho tem”, considerou o presidente oliveirense, notando que apesar de o concelho não dispor das mesmas condições que outros no que respeita às linhas fundamentais de comunicação, “pode-se medir com outros concelhos” no que à realidade empresarial diz respeito.

Louvando a garra dos empresários que fazem de Oliveira do Hospital um concelho “com potencial enorme”, Alexandrino quer que também o município esteja na linha da frente a “puxar” pelo concelho. “Mas há regras que por vezes nos impedem”, verificou o autarca que recusando-se a ir contra as leis e os regulamentos, considera fundamental “um regulamento de incentivo aos empresários”. “Um empresário já me criou 200 postos de trabalho e eu prometi alcatroar uma zona de entrada ainda não cumpri por causa do regulamento”, exemplificou o autarca que entende que em face da dinâmica do empresário, alcatroar a zona de entrada seria o mínimo que o município poderia fazer.

LEIA TAMBÉM

Penacova abre posto de turismo ao km238 da mítica estrada que liga Chaves a Faro

O município de Penacova inaugurou, ao Km238 da EN2, um Posto de Turismo destinado a …

Autoridades de La Palma agradecem donativo da MAAVIM

O Governo regional do arquipélago das Canárias agradeceu hoje via email o donativo de 500 …