Home - Outras notícias - Câmara de Seia concede apoios a famílias e empresas
Câmara Municipal de Seia promove incentivos à criação de emprego e ao investimento.

Câmara de Seia concede apoios a famílias e empresas

A Câmara Municipal de Seia estabeleceu hoje um conjunto de medidas que procuram minimizar os custos das famílias e empresas com os serviços municipais de água, saneamento e resíduos sólidos urbanos. O Município de Seia determinou, concretamente, a isenção total das tarifas de disponibilidade aos consumidores não-domésticos (comércio, indústria, IPSS,…) e a isenção de 100 por cento da tarifa de disponibilidade da água e de 25 por cento nas restantes taxas fixas, para consumidores domésticos. Estes apoios serão reflectidos já na factura a enviar em Abril, sendo prorrogáveis mensalmente, até um máximo de três meses.

Para além deste regime de excepção, as pessoas em situação vulnerável também podem solicitar, a qualquer altura, os apoios que a autarquia já disponibiliza, como a Tarifa Social ou a Tarifa de Famílias Numerosas. “Esta decisão implicará um investimento municipal de cerca de 90 mil euros mensais, abrangendo todas famílias do concelho de Seia e cerca de 14 mil empresas”, conta o presidente da CM de Seia, Filipe Camelo.

Autarquia cria medidas de apoio para pessoas vulneráveis 

A autarquia, refere ainda, que tem criadas equipas multidisciplinares para ampliar o apoio social à população, com o objectivo de diminuir o contágio por coronavírus. O plano de acção visa a entrega ao domicílio de bens de primeira necessidade e medicação e a execução de pequenas reparações às pessoas mais vulneráveis, por doença crónica, com mais 65 anos de idade ou condição social, e que não disponham de retaguarda familiar.

O apoio pode ser requerido para o número de telefone 238 310 235/7, sendo posteriormente validado pelo serviço de Ação Social e Saúde da autarquia, que procederá à entrega dos bens solicitados nos dias úteis, entre as 9h00 e as 17h00. “Esta medida pretende favorecer a permanência das pessoas em casa, de acordo com as recomendações das autoridades de saúde, minimizando os riscos de contágio e propagação do Covid-19”, explica o comunicado da autarquia.

O Município, continua a missiva, também criou um grupo de trabalho para acompanhar em permanência a evolução da situação, em estreita articulação com as autoridades de Saúde, Protecção Civil, GNR, Juntas de Freguesia e outros parceiros sociais. “A Câmara Municipal continuará fortemente determinada em assegurar a prestação dos serviços públicos essenciais à comunidade, encontrando-se devidamente capacitada para responder às solicitações que se vierem a verificar”, conclui.

LEIA TAMBÉM

Fiscalização da GNR sobre automobilistas levou a sete detenções

Mais 39 detenções e 649 estabelecimentos fechados devido às medidas do estado de emergência

“Até ‪às 18h00 de hoje, foram detidas por crime de desobediência, designadamente por violação da obrigação de confinamento obrigatório e …

Crédito Agrícola dá moratória de um ano para famílias e empresas

Depois da Caixa Geral de Depósitos (CGD), BPI e Santander, o Crédito Agrícola também decidiu …