Home - Últimas - Carregal do Sal vai ter “fiscalização reforçada” para controlar infecção da COVID-19

Carregal do Sal vai ter “fiscalização reforçada” para controlar infecção da COVID-19

O primeiro-ministro esteve hoje reunido, por videoconferência, durante três horas, com os presidentes dos municípios com mais de 240 casos de Covid-19 por 100 mil habitantes. Um desses concelhos é Carrregal do Sal. E, segundo António Costa, será alvo, como os restantes municípios nestas condições, de “fiscalização reforçada” pela GNR e PSP. Além de Carregal do Sal, encontram-se nesta situação os concelhos de Alandroal, Moura, Odemira, Portimão, Ribeira da Pena e Rio Maior.

“É necessário tomar medidas para combater cadeias de transmissão” e evitar que esses concelhos tenham de parar o desconfinamento, sustentou António Costa explicando ainda que foi identificado um padrão comum nestes municípios: a generalidade dos surtos surgem em habitações precárias, em grandes obras públicas em curso ou em unidades industriais que recorrem à habitação local.

O primeiro-ministro deixou mesmo um apelo às entidades patronais, “tendo em vista a melhor organização possível das suas condições de trabalho, realizar a testagem dos seus trabalhadores” e “aos trabalhadores, para terem o máximo de cuidado na utilização dos equipamentos de protecção individual”.

“Vamos articular agora ações específicas com a Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT), em conjunto com autoridades de saúde pública, tendo em vista criar melhores condições sanitárias nesses locais, e para se desenvolverem ações de testagem massiva”, anunciou António Costa, esclarecendo que o plano de desconfinamento só terá um travão nestes concelhos caso este ‘plano A’ não tenha efeito.

LEIA TAMBÉM

Gouveia com dois novos casos de COVID-19, 11 recuperados e mais uma vítima mortal

O município de Gouveia registou mais dois casos de COVID-19 e mais um óbito. Segundo …

GNR deteve assaltante em Vilar Formoso

A GNR de Vilar Formoso deteve hoje um homem de 35 anos por furtos naquela …