Home - Últimas - DGS: casos de COVID sobem de seis para oito em Celorico da Beira nas últimas 24 horas

DGS: casos de COVID sobem de seis para oito em Celorico da Beira nas últimas 24 horas

O concelho de e Celorico da Beira viu aumentar, segundo a DGS, em 24 horas o número de infectados com a COVID-19 de seis para oito, depois daquele organismo registar durante quase um mês apenas seis pacientes. O concelho que durante muito tempo resistiu vê agora o numero começar a crescer, depois do presidente da autarquia, Carlos Ascensão, ter recusado formas de testar a população, como o Camião da Esperança, alegando, na altura, através do seu “Chefe de Gabinete, que não havia procura”. O Camião acabou por ficar dois dias ( um deles reservado a Celorico da Beira) em Gouveia, antes de seguir para a Guarda e Sabugal.

A iniciativa do Camião da Esperança, que contou com o contributo da Galp, TVI, Rádio Comercial, KPMG, Unilabs, Mundipharma, Planetiers World Gathering e GlobalSport, recorde-se, realizou mais de 2500 testes pelas zonas mais  desfavorecidas do país. “Sei que temos várias solicitações que não foi possível atender e é bastante provável que muitos destes parceiros se voltem a juntar para colocar em campo um projecto idêntico”, frisou na altura o coordenador Paulo Costa que ficou surpreendido com a atitude de duas autarquias de Celorico da Beira e Tábua, as poucas que tinham tudo combinado e resolveram desmarcar nos últimos momentos.

“Em ambos os casos estava tudo combinado, mas de repente recebemos um contacto a referir que prescindiam dos nossos serviços. Foi estranho. Uns alegaram que a ARS não passou as credenciais e outros [como foi o caso de Celorico da Beira] que não havia procura”, conta Paulo Costa da GlobalSport, salientando que estes desencontros causam sempre problemas quando se mexe com estruturas tão pesadas como é o caso. O CBS tentou, na altura, saber se a ARS Centro tinha aconselhado aqueles concelhos a não receberem o Camião da Esperança, mas ainda não foi possível obter uma resposta.

Esta atitude foi muito criticada pelo líder da oposição, o vereador do PS José Albano na Câmara Municipal de Celorico da Beira. O autarca manifestou-se hoje contra o facto do presidente da autarquia, o social democrata, Carlos Ascensão ter dispensado os serviços do Camião da Esperança que tinha previsto passar um dia no concelho a testar a população e acabou por ficar dois dias em Gouveia. “Para todos, menos Celorico da Beira , pois o Sr. Presidente deve entender que não merecemos”, escreveu José Albano Marques.

LEIA TAMBÉM

Homem de 83 anos encontrado morto dentro de um poço em Nelas

Um homem de 83 anos foi hoje encontrado morto dentro de um poço, numa localidade …

IP3

Sonho da duplicação do IP3 continua a ser alimentado por consulta publica que decorre até Julho

O Estudo de Impacte Ambiental da duplicação e requalificação do IP3 entre o nó de …