Home - Últimas - CGTP denuncia despedimento colectivo em empresa têxtil da estação da Guarda

CGTP denuncia despedimento colectivo em empresa têxtil da estação da Guarda

A União de Sindicatos da Guarda (USG) disse ontem que as 26 trabalhadoras da empresa têxtil “Iuris”, que está estabelecida no Bairro da Sequeira (na Guarda) há 23 anos, “aceitaram o despedimento colectivo”. Nem todas. Algumas funcionárias esclarecem que não assinaram o documento e não concordaram com o valor da indemnização que a entidade patronal iria pagar e que segunda-feira vão apresentar-se ao serviço.

O sindicalista, segundo o Jornal Terras da Beira, no discurso durante uma acção no âmbito das comemorações do 46º Aniversário do 1º de Maio, defendeu que “este é um momento excepcional que merecia também uma excepcionalidade na questão dos despedimentos”. “Exigimos a proibição dos despedimentos e reversão dos que já aconteceram nos últimos meses”, sustentou , José Pedro Branquinho, lamentando que “só estão proibidos os despedimentos nas empresas que pediram apoio”.

“Assinalar o 1º de Maio é um direito e um dever”, afirmou criticando a UGT por festejar a data na Internet sentadinha no “sofá”. “Estamos na rua por direito e por dever para com aqueles que representamos e que enfrentam brutal ofensiva. Temos hoje cerca de três mil trabalhadores diários a aceder aos centros de emprego. Temos hoje milhares de trabalhadores em “lay-off””, afirmou ainda o sindicalista. E deu o exemplo de que, “só na Guarda, 900 empresas já pediram “lay-off”, sendo que a maioria delas com necessidades mas outras sem necessidade”.

De acordo com informações que constam da página oficial da empresa na Internet, a “Iuris” surgiu em 1997 por “dois casais com grande experiência na confecção” e confeccionava calças para diversas marcas internacionais, especialmente da Inglaterra e Suécia.

 

LEIA TAMBÉM

Gouveia oferece dois bilhetes com desconto de cinco euros no comércio local e sorteio de dez mil euros em prémios

O município de Gouveia laçou uma campanha, que se prolonga até ao dia 2 de …

Natal na área da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela oferece animação e procura recuperar tradições

A Serra da Estrela conta com festividades alusivas a esta época que não esquecem as …