Home - Destaques - Chamas voltam a causar momentos de terror em Oliveira do Hospital

Chamas voltam a causar momentos de terror em Oliveira do Hospital

“Acudam que isto vai arder tudo!” O grito de desespero de Maria Helena, habitante de Oliveira do Hospital, espelha o sentimento das populações que nas últimas semanas têm sido fustigadas pelos incêndios.

Num domingo em que se registaram mais de 300 ocorrências, as chamas voltaram a destruir habitações e a colocar em perigo de vida mais bombeiros – além do Caramulo, os fogos de Oliveira do Hospital e Valpaços também ameaçaram habitações e assustaram.

Na serra do Caramulo – que regista o maior fogo do ano e por onde já passaram cerca de três mil bombeiros de todos o País – 11 voluntários e o condutor de uma máquina de rastos estiveram cercados pelas chamas. No entanto, a zona que ardia foi atacada pelos meios aéreos e em terra foi criado um perímetro de segurança, o que evitou o pior. Não muito longe dali, um autotanque despistou-
-se no IP3, em Tondela, provocando ferimentos a dois bombeiros. Este fogo foi dado como dominado às 19h00 – mas no local mantiveram-se mais de 350 operacionais para evitar reacendimentos e fazer rescaldo.

Em Oliveira do Hospital, viveram-se momentos de terror. As chamas ameaçaram aldeias, entraram em quintas, dispersas pela floresta, e queimaram o telhado de uma casa e uma viatura. O fogo, que começou às 10h00 em Ervedal, progrediu rapidamente e ameaçou as aldeias de Andorinha e Travanca de Lagos. Uma habitante ficou intoxicada pelo fumo quando tentava salvar os animais.

Em algumas zonas problemáticas, foi a população que, com auxílio dos meios aéreos, conseguiu travar o avanço do fogo. “Se não acodem, vai morrer gente. Fico sem nada”, chorava Rosa Gouveia, enquanto tentava apagar as chamas com um ramo de árvore.

cm.pt

LEIA TAMBÉM

Acidente IP3

Circulação no IP3, em Tondela, continua condicionada

A circulação no Itinerário Principal (IP) 3, que hoje esteve cortada na zona de Tondela …

Autarcas Filipe Camelo e Paulo Pina distinguidos com prémios “Viriatos” do “Oh Meu Deus”

A organização da prova de resistência extrema Oh meu Deus que decorreu, este fim-de-semana, pela …