Home - Região - Oliveira do Hospital - CMOH apela a empresas para novo projecto de apoio aos mais carenciados
CM de Oliveira do Hospital devolve IMI a associações e colectividades concelhias

CMOH apela a empresas para novo projecto de apoio aos mais carenciados

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (CMOH), em parceria com a Rede Social concelhia, está a implementar o projecto “Empresa Solidária” que passa pela criação de uma bolsa de empresas que manifestem a sua disponibilidade para colaborarem com o Banco de Recursos Sociais de Oliveira do Hospital em situações concretas. As empresas no âmbito desta iniciativa podem fornecer bens ou serviços necessários a famílias necessitadas. A gestão da bolsa fica a cargo do Município de Oliveira do Hospital que diz já contar com dez empresas que mostraram disponibilidade.

As Empresas Solidárias aderentes são diferentes dos doadores do Banco de Recursos Sociais uma vez que poderão fazer a doação de bens e serviços após o contacto por parte do Gabinete de Acção Social e Saúde (GASS), em função de uma carência concreta. Na prática, quando surge uma necessidade específica, para a qual não exista resposta na Loja Social, o GASS contacta a Empresa Solidária que esteja em melhor posição para a sua resolução.

“Este modelo reforça o espírito de partilha solidária por parte das empresas que não têm a obrigatoriedade de satisfazer o pedido de ajuda, mas que manifestam a sua disponibilidade, como aliás já vinha acontecendo por parte de algumas empresas que têm colaborado com o Banco de Recursos Sociais”, explica a CMOH, sublinhando que o projecto “Empresa Solidária” permite que as famílias sejam apoiadas com uma resposta concreta a uma necessidade que sentem.

Ao projecto “Empresa Solidária” podem aderir todas as empresas, sediadas no concelho de Oliveira do Hospital ou em qualquer outro ponto do país, que prestem serviços em qualquer área com especial enfoque em empresas de fabrico e venda de mobiliário, venda e reparação de electrodomésticos, transformação, venda e distribuição de bens alimentares, têxteis e confecção de vestuário, construção civil e empresas na área da prestação de cuidados de saúde. Nesta fase de lançamento da iniciativa “Empresa Solidária”, a autarquia diz que já manifestaram interesse em participar cerca de dez empresas.

 

 

LEIA TAMBÉM

Oliveira do Hospital com praias para receber 760 banhistas, com Avô a liderar com 410 espaços

O Governo publicou hoje a capacidade de ocupação das praias para a época balnear 2021 …

Bebé nasceu na ambulância dos Bombeiros Voluntários de Lagares da Beira

Os Bombeiros Voluntários de Lagares da Beira auxiliaram hoje o nascimento de uma criança quando …