Home - Últimas - CNN recorda catástrofe do levantamento prematuro, em 1918, das medidas de confinamento da Gripe Espanhola em Denver

CNN recorda catástrofe do levantamento prematuro, em 1918, das medidas de confinamento da Gripe Espanhola em Denver

Numa altura em que se fala em reduzir as medidas de confinamento, a CNN veio lembrar o que aconteceu 1918 em Denver que, em plena Gripe Espanhola, recuou nas medidas de isolamento social e as medidas foram catastróficas. Acidade passou a empilhar corpos e as mortes pela Gripe Espanhola foram maiores que baixas da Primeira Guerra.

As medidas de isolamento social não causam controvérsias só por aqui. Enquanto muitos permanecem em seus recintos a fim de colaborarem para o vírus do Covid-19 não se espalhar. Outros parecem ignorar o número cada vez maior de mortes pelo novo coronavírus no mundo, e até organizam prostestos a pedir o fim da quarentena. Um exemplo disso aconteceu no meio da semana passada nos Estados Unidos.

Mas, contrariando todos os céticos e negacionistas de plantão, a emissora americana CNN publicou um texto sobre como o número de mortes causadas pela gripe espanhola cresceu após a cidade de Denver adotar um relaxamento das medidas de distanciamento social na pandemia de 1918. Afinal, em meio a crise, veículos do mundo todo relembram situações parecidas do passado.

Na ocasião, o prefeito William Fitz Randolph Mills cedeu às pressões de grandes nomes do mercado e reduziu o isolamento entre as pessoas. Assim, o Dia do Armistício, que marcava o fim da Primeira Guerra, foi a ocasião especial para as pessoas voltarem às ruas. Desse modo, no dia 11 de novembro de 1918, após cinco semanas de confinamento, o secretário da Saúde de Denver, William H. Sharplay, acreditava que tudo já estava “sob controle”.

O seu entusiasmo era prematuro, mas compreensível: as autoridades de Denver poderiam apontar para o progresso na contenção da doença naquele momento, em comparação com outras cidades, como Chicago. Além do mais, as pessoas já estavam irritadas com as recomendações de ficarem em casa, e as empresas — principalmente os cinemas — estavam irritados por perderem tanto dinheiro pela pandemia que parecia ser, relativamente, isolada. Com isso, houve argumentação de que era melhor simplesmente colocar em quarentena aqueles que apresentavam sintomas e deixar que todos os outros realizassem seus negócios normalmente.

LEIA TAMBÉM

Cadela deixou Noah porque não cabia na vedação onde menino passou

Director da PJ da Guarda explicou, esta tarde, os contornos em que a cadela se …

Américo Pinto é o candidato do JPNT – Seia à Junta da União de Freguesias de Seia, São Romão e Lapa dos Dinheiros.

O candidato do movimento independente Juntos Pela Nossa Terra – Seia (JPNT) à Junta da …