Home - Região - Oliveira do Hospital - Cobra é morta junto à porta lateral do Centro de Saúde de Oliveira do Hospital

Cobra é morta junto à porta lateral do Centro de Saúde de Oliveira do Hospital

Elementos do Centro de Saúde de Oliveira do Hospital mataram hoje, pelas 8h45, uma pequena cobra junto à instituição. O réptil foi abatido por três funcionárias, com recurso a uma vassoura, perto da porta lateral do edifício que dá acesso ao depósito mortuário. Este é mais um caso que vem dar razão àqueles que se queixam da falta de limpeza do local que, além dos riscos de incêndio, também levanta problemas de insalubridade. A proximidade da Ribeira de Cavalos, um leito de água coberto de silvas e outra vegetação, e que alegadamente acolhe descargas de afluentes (esgotos) da SONAE, torna o espaço propício, referem especialistas, ao surgimento de animais prejudiciais à saúde, entre eles, ratazanas de esgoto. A Câmara Municipal é apontada por alguns como a principal responsável da situação.

Um dos defensores do tratamento adequado daquele leito de água tem sido o representante em Oliveira do Hospital da CDU. João Dinis não se mostra admirado com este acontecimento do réptil. “As cobras é um mal menor. Ali a Ribeira de Cavalos é propícia à proliferação de animais bem mais prejudiciais para a saúde pública, como é o caso das ratazanas de esgoto, até porque além de não ser limpa, ainda são permitidas descargas de efluentes (esgotos) periodicamente por parte da fábrica da SONAE para esse curso de água”, refere João Dinis, para quem é necessário o devido tratamento e fiscalização as descargas da referida empresa, nomeadamente nos dias de chuva. “Ainda gostaria de saber se a autarquia já está a cobrar o saneamento que essa empresa envia para a ETAR. No ano passado não pagava”, diz

Este ex-autarca sublinha ainda que a Ribeira de Cavalos não passa apenas junto do Centro de Saúde, mas também próximo de escolas, do Parque dos Marmelos e das piscinas municipais. “A CDU e os Verdes já chamaram a atenção do anterior governo e do actual para esta situação. Eu próprio estou constantemente a reclamar sobre este caso junto do actual presidente da Câmara, mas nada é resolvido. É lamentável”, remata.

O CBS deu ontem, recorde-se, conta da falta de limpeza no espaço nas traseiras e que envolve o centro de saúde no trabalho “O “jardim” escondido do Centro de Saúde de Oliveira do Hospital”. É algo que não é visível a quem passa na estrada principal, até porque o terreno frontal à via está bem tratado. Atrás, porém, a erva e os arbustos secos atingem proporções que colocam, alegam algumas fontes, o próprio edifício em risco em termos de incêndio e de insalubridade, até porque confina com a referida Ribeira de Cavalos.

LEIA TAMBÉM

Candidatos da Coligação PSD/CDS-PP à UF de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira censuram comportamento de Rui Monteiro, elemento da lista socialista

Os candidatos à União e Freguesias de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira, no …

Bruno Amado acusa câmara e anterior executivo de o impedirem de fazer mais pela população da UF de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira

O candidato da coligação PSD/CDS-PP à União de Freguesias de Santa Ovaia e Vila Pouca …