Home - Opinião - Condiz bem, soa bem: o nome de “Carlos Portugal” no Pavilhão Municipal (ao Mandanelho)

Condiz bem, soa bem: o nome de “Carlos Portugal” no Pavilhão Municipal (ao Mandanelho)

Ao vermos o Pavilhão Desportivo Municipal, ali, junto ao Parque Mandanelho e ao Mercado Municipal, se quisermos dizer como Fernando Pessoa é assim:-“Deus quer, o homem sonha, a obra nasce !” – o que nos remete para o Presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, Dr. António Simões Saraiva, (e “seu” Executivo) à data da construção, em 1989 tal como vem no “site” do Município, deste Pavilhão Desportivo Municipal.

Desde aí, “muita bola” já rolou neste Pavilhão Desportivo Municipal que tem sido melhorado.

António Simões Saraiva teve várias e marcantes facetas mas, que se saiba pelo menos, não se dedicou ao desporto.  E também tem o seu nome (bem) atribuído ao Museu da Bobadela.

Grande desportista foi Carlos Portugal!  Muito eclético e praticante acima da média nas várias modalidades a que se dedicou ao longo da vida.  Exímio no Basquetebol ao nível de autêntico campeão!  Em que também foi treinador de sucesso e dirigente desportivo de topo. E governante também na área do desporto. Palmarés que transporta Carlos Portugal a níveis completos para o plano de um desportista no activo e também enquanto pós-praticante!   E, nesse plano mais vasto, não temos outro ao mesmo nível saído do âmago do nosso Município!   E olhem que não será nada fácil que apareça mais alguém tão saudavelmente “competitivo”, tão eclético e tão amplamente completo em matérias desportivas como Carlos Portugal!

Mesmo a sua Presidência da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital foi assumida com responsabilidade, sim, mas também com um “fair play” (espírito desportivo) de alto gabarito mesmo quando sofreu “falta intencional” (“rasteirado”…) pelos seus companheiros mais próximos no partido político pelo qual foi Presidente da Câmara. Carlos Portugal foi um destacado autarca Oliveirense, um democrata afável, que deixou obra feita e que também fez Amigos.  Eu sou um deles e foi o desporto que nos aproximou outra vez, anos depois de eu o admirar no Basquetebol.

E em Carlos Portugal transparecia um gosto intenso pela vida vivida!  Era uma “marca” pessoal.

Como já referi, fomos amigos, com cordialidade e prazer, para lá de certas circunstâncias para além das quais houve (e há) muito mais vida!  Proclamo que valeu a pena viver essa amizade!

Afirmar o que vou afirmar a seguir surge como minha “obrigação” tranquila perante o Homem que me aceitou como seu amigo e, reconheço, sem especial necessidade prática em o ser.  Também por isso mais lhe fico agradecido.

Eleitos dos Partidos Políticos mais representados nos Órgãos Municipais

Têm por “obrigação” porem-se de acordo em homenagear Carlos Portugal!

Há certamente várias formas de o fazerem.  Uma delas será pôr o nome de “Carlos Portugal” ao Pavilhão Desportivo Municipal!  No Município, é o espaço desportivo do estilo porventura mais “eclético” e por onde passam mais atletas e, nestes, mais atletas jovens.  Sim, condiz bem, soa bem, atribuir o nome de “Carlos Portugal” a este Pavilhão Desportivo Municipal!

Não basta agora, embora seja justo, que os principais eleitos dos Partidos Políticos (PS e PSD/CDS) mais representados nos Órgãos Autárquicos do Município – Câmara e Assembleia Municipal – venham todos eles cantar loas à memória de Carlos Portugal.   Têm que assinalar a sua coerência com actos sinceros de legitimidade e de justiça que perpetuem a sua memória para além de um momento de tempo!  E a sua dimensão Desportiva é incontornável.

Reparemos entretanto numa interessante coincidência:- ali perto, na Terra Natal de Carlos Portugal – S. Paio de Gramaços – há um Pavilhão Desportivo com o nome de “Serafim Marques” onde predomina o Basquetebol e a nível bastante assinalável. Estamos, pois, em crer que muitas e muitas vezes o Comendador Serafim Marques terá falado com o Engº Carlos Portugal em basquetebol e em pavilhões para a sua prática exigente.  E deste terá recebido estímulo e apoio institucional para o efeito… Sem querer entrar em misticismos, apetece dizer que o “Deus do Basquetebol” (em Portugal…) andou por aqui muito perto e a inspirar Serafim Marques e Carlos Portugal…   Ainda bem!

Enfim, numa segunda linha de opções preferenciais, o complexo das Piscinas Municipais também não desdenhará em ser baptizado como o nome de “Carlos Portugal”!  Aliás, estamos mesmo em crer que se sentirá bastante honrado e agradado com essa possibilidade…. Tal como nós!

Até sempre Carlos Portugal!

 

 

João Dinis, Jano

 

 

LEIA TAMBÉM

“Hoje dói-me o joelho, amanhã deve chover”. Autor: Dr: Hugo Lopes

Todos temos aquele amigo que adivinha a meteorologia pelas dores que tem no joelho ou …

Seca? A água “planta-se”. Autor: Nuno Tavares Pereira

Estamos num ano de seca. Desde o início do ano que temos ouvido falar nisso. …