Home - Últimas - Consignada empreitada de modernização do troço Celorico da Beira – Guarda, Linha da Beira Alta

Consignada empreitada de modernização do troço Celorico da Beira – Guarda, Linha da Beira Alta

A Infra-estruturas de Portugal consignou ontem a empreitada de modernização do troço da Linha da Beira Alta, entre Celorico da Beira e Guarda, que integra o Corredor Internacional Norte, no âmbito do programa de investimentos na expansão e modernização da Rede Ferroviária Nacional, Ferrovia2020. Este projecto está deixou a população indignada e levou a Assembleia de Freguesia do Fornotelheiro a solicitar este mês, por unanimidade, a intervenção do presidente da Câmara Municipal de Celorico da Beira para que “utilize os poderes que a lei lhe confere” para tentar suspender a obra e negociar alternativas ou contrapartidas.

O auto de consignação da obra, que foi adjudicada ao consórcio CONDURIL – Engenharia, S.A. / TEIXEIRA DUARTE – Engenharia e Construções, S.A / Somafel – engenharia e Obras Ferroviárias, S.A. pelo valor de 53.112.000,00 euros, foi assinado ontem numa cerimónia realizada ao início da tarde na sede da IP. A assinatura do auto de consignação, segundo a IP, marca o início da empreitada que tem um prazo de execução de 751 dias.

A empreitada a executar consiste na “renovação integral da superestrutura de via, num troço com cerca de 46 quilómetros, prevendo ainda o alteamento, alargamento e prolongamento das plataformas nas Estações de Celorico da Beira, Pinhel, Vila Franca das Naves e Guarda, por forma a promover a melhoria das condições de mobilidade dos utilizadores no acesso ao transporte ferroviário. Será igualmente realizada a alteração do layout (configuração das linhas) nestas estações, de forma a permitir a circulação de comboios de 750 metros de comprimento, optimizando as condições de exploração através, não só, do aumento da capacidade para os comboios de mercadorias, dos actuais com 500 metros de comprimentos para 750 metros, mas também um aumento do número de circulações.”, refere

No âmbito da empreitada serão também realizados “trabalhos de supressão das Passagens de Nível de Celorico Gare e de Baraçal. Como alternativas de atravessamento, será realizada a construção dos respectivos desnivelamentos e restabelecimentos, que garantem melhores condições de segurança para os utilizadores”.

Como principais objectivos do Corredor Internacional Norte, destacam-se as seguintes acções:

  • Promoção da interoperabilidade ferroviária com a rede Espanhola e Europeia;
  • Aumento da capacidade para os comboios de mercadorias, permitindo a circulação de comboios de mercadorias de comprimento até 750m (na Linha da Beira Baixa 600m);
  • Construção de concordâncias na Guarda e Pampilhosa;
  • Eliminação das restrições de velocidade e recuperação dos tempos de trajecto dos serviços de passageiros de longo curso;
  • Permissão de comboios eléctricos na totalidade da Linha da Beira Baixa, com a electrificação do troço Covilhã – Guarda;
  • Melhoria das condições de segurança com a eliminação de passagens de nível e a instalação de sinalização electrónica;
  • Permitir um aumento de capacidade diária da Linha da Beira Alta dos actuais 14 comboios de 500m para 20 de 750m, o que corresponde a um acréscimo de capacidade de mais do dobro da actual.

LEIA TAMBÉM

Um ferido grave em despiste no Carregal do Sal

Um homem, de 25 anos, ficou gravemente ferido após despiste do carro que conduzia em …

Rui Rio acredita na conquista da CM de Oliveira do Hospital e Francisco Rodrigues fala em “dinâmica de vitória irreversível”

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital é uma das autarquias que o presidente do …