Home - Últimas - António Costa admite encerrar escolas e reconhece não ter entregue computadores que prometeu aos alunos

António Costa admite encerrar escolas e reconhece não ter entregue computadores que prometeu aos alunos

“Se para a semana soubermos, se amanhã soubermos, se depois de amanhã soubermos, se daqui a 15 dias soubermos, por exemplo, que a estirpe inglesa se tornou dominante no nosso país, ah, muito provavelmente vamos ter mesmo de fechar as escolas e aí farei o que tenho de fazer, que é fechar as escolas”, disse hoje António Costa no debate parlamentar. “Neste momento é adequado proteger e garantir a educação desta geração. Quando a sobrevivência desta geração depender do encerramento das escolas é isso que será feito”, sublinhou o primeiro-ministro

O PSD considera que não acusará o Governo de recuo se este decidir encerrar as escolas. “Será finalmente a decisão acertada. Então vai começar agora nas escolas os testes rápidos? Porque é que não começou mais cedo, sr. primeiro-ministro?”, questionou o social-democrata Adão Silva. “Se vier a encontrar razões tecnicamente para o encerramento das escolas, o PSD nunca dirá que vossa excelência recuou, dirá que finalmente tomou a decisão certa!”, diz Adão Silva. O PSD critica António Costa por não ter ido à televisão no domingo à noite fazer uma mensagem à nação.

António Costa reconheceu  também que ainda não cumpriu ainda o objetivo da entrega de computadores a todos os alunos que precisam. O primeiro-ministro confessa foram apenas entregues 100 mil computadores a alunos dos escalões A e B. “Temos já adjudicados 150 mil computadores restantes”, frisou.

LEIA TAMBÉM

Candidatos a deputados do PS por Coimbra e de Viseu visitam IP3 em Penacova

Os candidatos a Deputados do PS à Assembleia da República pelos círculos eleitorais de Coimbra …

“Apelo a compromisso público para ser travado o processo dos projetos em curso de mineração, designadamente de Lítio”

Um conjunto de organizações decidiram escrever uma carta aberta aos partidos políticos e aos candidatos …