Home - Arquivo - COVID-19, dia 11 de Abril. Autor: Carlos Antunes.

COVID-19, dia 11 de Abril. Autor: Carlos Antunes.

Apesar das oscilações a que já nos habituámos, a tendência de diminuição de casos infectados com Covid-19 mantêm-se. Uma simples análise de comparação entre o número de casos confirmados e o número de casos suspeitos mostra-nos uma diminuição deste rácio de forma sustentada. É também notório que os valores máximos alcançados depois de 15 de Março, ocorreram entre 25 e 29 de Março, período em que muito provavelmente terá ocorrido o pico da curva epidémica de novos casos confirmados.

Continua a ser notório uma maior incidência de contágio nas mulheres, principalmente nas faixas etárias de 40 – 59 e 80+. Continuando contudo, há uma maior letalidade no sexo masculino, com 53.6% dos óbitos; sendo que as faixas etárias mais castigadas são as dos mais idosos com mais de 70 anos, com 85.5% dos óbitos.

Em termos comparativos com alguns países europeus observa-se uma incidência da epidemia (nº de infectados por milhão de habitante) acima da média, apenas superado pela Bélgica, Suíça e Espanha, numa comparação normalizada ao dia dos primeiros 100 casos. Em termos de letalidade, estamos abaixo da média, com 2.9% de óbitos relativamente ao número de infectados confirmados. Em termos do número de óbitos por milhão de habitantes, estamos também abaixo da média, com a Espanha e a Bélgica a destacar-se pela negativa.

Destaca-se aqui hoje o Reino Unido e a Bélgica que, em princípio, estarão a chegar ao pico da curva de novos casos. Mas ainda com um longo caminho a percorrer.

Autor: Carlos Antunes.

 

LEIA TAMBÉM

COVID-19, dia 10 de Abril (no reason to worry about). Autor: Carlos Antunes

Certamente, todos hoje se questionam sobre o número de casos confirmados e sobre se passámos …

COVID-19, dia 8 de Abril (o dia da continuidade… em ficar em casa!). Autor: Carlos Antunes

Portugal é um dos países europeus que apresenta maior número de testes por milhão de …