Home - Opinião - COVID-19, dia 23 de Abril (#ficaremcasa é prudente, #ficarecasa é inteligente). Autor: Carlos Antunes

COVID-19, dia 23 de Abril (#ficaremcasa é prudente, #ficarecasa é inteligente). Autor: Carlos Antunes

Continuamos na tendência de evolução das últimas semanas, com uma recuperação lenta no número de casos confirmados que tem adiado o máximo do infectados activos (não recuperados) para início de Maio (em torno de dia 6).

A evolução do número de internados e de CI tem sido bastante positiva, respectivamente, na ordem de 5.6% e 1.0%, em relação ao número de infectados activos (agora 20332 casos activos confirmados).

A percentagem de casos confirmados do sexo feminino continua destacado, com 59.1%. Já nos casos de morte, assistimos nestes últimos 3 dias a uma inversão dos números, antes eram os homens os mais afectados, agora já são as mulheres também a liderarem os números. Em termos de grupo etário, existe uma diferença considerável das percentagem relativa dos homens em relação à percentagem relativa das mulheres. As percentagens de letalidade dos grupos etários dos homens são quase o dobro das respectivas percentagens nas mulheres. E isto é, talvez, consequência do facto das mulheres serem mais infectáveis (casos confirmados) que os homens. Como o número de infectados das mulheres é muito superior ao dos homens, um mesmo número de mortes dos homens reflecte-se numa maior percentagem por grupo etário.

Dado que ainda estamos longe (a uns 15 dias) de atingir o máximo de infectados activos (pico dos activos), devemos manter a contenção, o confinamento, o isolamento e o distanciamento social. Principalmente, nos grupos de risco e das pessoas com idade acima dos 60 anos, cuja letalidade com Covid-19 é de 96.3%. Ou seja, apenas 3.7% das mortes com COvid-19 é de pessoas abaixo de 60 anos.

Mantenham-se por isso em casa, salvo para as deslocações estritamente necessárias. #ficaremcasa é prudente, #ficaremcasa é inteligente.

Autor: Carlos Antunes

LEIA TAMBÉM

“Consummatum est ! (está consumado !) “. Autor: João Dinis

Decorreu (2 de Junho) a votação favorável à “fusão por incorporação” da Caixa de Crédito …

«Quem tem telhas de vidro que não atire pedras ao telhado do vizinho…» Autor: Carlos Martelo

Eu cá apreciei o quadro que ilustra a crítica apelidada de «Xuxa Gate» feita pela …