Home - Últimas - Crematório de Milão encerrou devido ao excessivo número de corpos e espera já é de 20 dias

Crematório de Milão encerrou devido ao excessivo número de corpos e espera já é de 20 dias

O maior crematório de Milão encerrou hoje devido ao afluxo de corpos que não teve capacidade para incinerar, anunciou hoje o município da capital lombarda. Aquela estrutura confrontou-se “com um aumento constante e progressivo de corpos que aguardam cremação”, explica o município, adiantando que o prazo de espera é já de 20 dias.

No caso de aumento deste prazo, a situação “provocaria problemas de higiene e sanitários”, segundo o município, que indicou que a estrutura não aceitará mais corpos durante um mês. O último balanço oficial referia que a pandemia do coronavírus vitimou 760 pessoas nas últimas 24 horas em Itália, incluindo 366 na Lombardia, a região mais duramente atingida.

Desde o início da pandemia, mais de metade das mortes em Itália (7.960 num total de 13.915) foram contabilizadas nesta região do Norte, e o principal núcleo económico da península. Em Bérgamo, outra cidade da Lombardia e a mais atingida da Itália, os corpos foram transportados por camiões militares em direcção a outras regiões do país para serem incinerados.

LEIA TAMBÉM

Um ferido grave em despiste no Carregal do Sal

Um homem, de 25 anos, ficou gravemente ferido após despiste do carro que conduzia em …

Rui Rio acredita na conquista da CM de Oliveira do Hospital e Francisco Rodrigues fala em “dinâmica de vitória irreversível”

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital é uma das autarquias que o presidente do …