Home - Região - Local - Desemprego em Oliveira do Hospital subiu 7,5 por cento comparativamente a 2006
Segundo os últimos dados divulgados pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), o desemprego no concelho de Oliveira do Hospital registou em Outubro deste ano uma subida de 7,5 por cento em comparação com o período homólogo de 2006.

Desemprego em Oliveira do Hospital subiu 7,5 por cento comparativamente a 2006

Imagem vazia padrãoEm Outubro de 2007, estavam inscritas no IEFP 616 pessoas, sendo que cerca de 24 por cento desses desempregados tinham a inscrição feita há mais de um ano. Em Oliveira do Hospital, o flagelo da falta de emprego atinge sobretudo as mulheres, já que 67 por cento do número total de desempregados concelhio pertence ao sexo feminino. É uma situação em muito justificada pelo encerramento, nos últimos anos, de duas grandes empresas de confecção: a “Carrera” e a “Infinitum”. Os municípios com menos desemprego na região são, respectivamente, Carregal do Sal (262), Arganil (348) e Tábua (444). Seia (1.472), Nelas (732) e Gouveia, são alguns dos concelhos com maior número de desempregados.

LEIA TAMBÉM

CNE adverte Câmara Municipal de Tábua para que tenha em conta a lei dos deveres de publicitação de informações

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) recomendou ao presidente da Câmara Municipal de Tábua que …

Acidente na unidade da Sonae em Oliveira do Hospital amputou braço a um funcionário

Um acidente de trabalho na unidade industrial da Sonae, em S. Paio de Gramaços, provocou …

Home - Região - Local - Desemprego em Oliveira do Hospital subiu 7,5 por cento comparativamente a 2006
Segundo os últimos dados divulgados pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), o desemprego no concelho de Oliveira do Hospital registou em Outubro deste ano uma subida de 7,5 por cento em comparação com o período homólogo de 2006.

Desemprego em Oliveira do Hospital subiu 7,5 por cento comparativamente a 2006

Imagem vazia padrãoEm Outubro de 2007, estavam inscritas no IEFP 616 pessoas, sendo que cerca de 24 por cento desses desempregados tinham a inscrição feita há mais de um ano. Em Oliveira do Hospital, o flagelo da falta de emprego atinge sobretudo as mulheres, já que 67 por cento do número total de desempregados concelhio pertence ao sexo feminino.

 

É uma situação em muito justificada pelo encerramento, nos últimos anos, de duas grandes empresas de confecção: a “Carrera” e a “Infinitum”. Os municípios com menos desemprego na região são, respectivamente, Carregal do Sal (262), Arganil (348) e Tábua (444). Seia (1.472), Nelas (732) e Gouveia, são alguns dos concelhos com maior número de desempregados.

LEIA TAMBÉM

CNE adverte Câmara Municipal de Tábua para que tenha em conta a lei dos deveres de publicitação de informações

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) recomendou ao presidente da Câmara Municipal de Tábua que …

Acidente na unidade da Sonae em Oliveira do Hospital amputou braço a um funcionário

Um acidente de trabalho na unidade industrial da Sonae, em S. Paio de Gramaços, provocou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *