Home - Últimas - Dura Automotive adiou para 3 de Maio o fim do “lay-off”

Dura Automotive adiou para 3 de Maio o fim do “lay-off”

A Dura Automotive adiou para 3 de Maio o fim do ‘lay-off’ nas fábricas do Carregado, concelho de Alenquer, e na Guarda, devido à pandemia, disse hoje a diretora de recursos humanos da empresa. Elisabete Cruz afirmou à agência Lusa que o fim do ‘lay-off’ foi prolongado e que a empresa espera retomar a produção nas fábricas do Carregado, no distrito de Lisboa, e da Guarda “de forma faseada, porque não tem encomendas para dar trabalho a todos os operários”.

“Nem todos os trabalhadores serão convocados para trabalhar”, adiantou a responsável, acrescentando, contudo, que poderão surgir a qualquer altura alterações em função das encomendas que surgirem. As duas fábricas da Dura Automotive produzem componentes para o setor automóvel.

As duas fábricas da Dura Automotive em Portugal, com 200 trabalhadores no Carregado e 155 na Guarda, entraram em ‘lay-off’ na última semana de março devido à pandemia, tendo suspendido a laboração e os contratos de trabalho.
Na unidade do Carregado, o ‘lay-off’, que deveria terminar no dia 16 de Abril, já tinha sido prolongado até dia 27 de Abril e voltou agora a ser adiado para 03 de maio.

A empresa candidatou-se aos apoios do Estado previstos para casos de ‘lay-off’ causados pelos efeitos da pandemia.
“Tendo em conta a pandemia, os nossos clientes cancelaram as encomendas, não tínhamos trabalho para os nossos trabalhadores e parámos a laboração”, justificou a responsável em declarações anteriores à Lusa.Contudo, “a  expectativa da empresa é começar a pôr as fábricas a trabalhar e suspender o ‘lay-off’ se surgirem encomendas”, adiantou.

LEIA TAMBÉM

Homem de 83 anos encontrado morto dentro de um poço em Nelas

Um homem de 83 anos foi hoje encontrado morto dentro de um poço, numa localidade …

IP3

Sonho da duplicação do IP3 continua a ser alimentado por consulta publica que decorre até Julho

O Estudo de Impacte Ambiental da duplicação e requalificação do IP3 entre o nó de …