Home - Região - Oliveira do Hospital - Em Vila Franca da Beira houve manipulação pré-eleitoralista, por parte dos candidatos PS, de iniciativa da Câmara que até merecia ter sido mais “limpa”!… Autor: João Dinis, Jano

Em Vila Franca da Beira houve manipulação pré-eleitoralista, por parte dos candidatos PS, de iniciativa da Câmara que até merecia ter sido mais “limpa”!… Autor: João Dinis, Jano

Em período de pré-campanha eleitoral – que as Eleições Autárquicas vão ser já a 1 de Outubro próximo – há forças políticas e candidatos que, manifestamente, não resistem “à tentação” de cometerem atropelos à Democracia e ao respeito que lhes devem merecer Instituições e mesmo Pessoas individualmente consideradas. Ou por recearem maus resultados eleitorais ou por “vício” caciqueiro, o facto é que essa prática, nada ética e ainda menos democrática, tem sintomas de lhes estar no sangue assim como se fosse ADN partidário e eleitoral.

Depois, cometem o erro de se acharem “os maiores” e os mais “espertos”, e de nos pretenderem “comer por parvos”, a nós, que já cá andamos nestas lides políticas há mais tempo do que eles e sempre a lidar com maiores dificuldades na luta – também em Oliveira do Hospital – pela Democracia e pela resolução dos problemas das Populações.

Mas vamos aos factos recentes:

– Em Vila Franca da Beira, este ano de 2017 – em princípio no Domingo logo a seguir (no dia 20 de Agosto) à Festa de Santa Margarida (foi a 15 de Agosto), dever-se-ia realizar a VIII Edição de uma iniciativa designada, em geral, como “Férias com Cultura” na Sede da UD Vilafranquense.

Pois, durante as suas sete edições anteriores, o “Férias com Cultura” foi realizado em colaboração (em parceria) entre a Junta de Freguesia de Vila Franca da Beira – que as iniciou – e mais recentemente a Junta de Freguesia da União de Freguesias de Ervedal e Vila Franca da Beira, e a UDV-União Desportiva e Tuna Vilafranquense.

Convidados por norma, a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital e o seu Presidente sempre colaboraram e, nessa qualidade, também participaram, assim como participaram o Presidente da Junta e da Assembleia de Freguesia da União de Freguesias.

– Mas, não esqueçamos, a ideia inicial partiu de um ilustre Vilafranquense na diáspora (actualmente radicado em Lisboa) e logo foi acarinhada, apoiada e participada por nós próprios, enquanto Vilafranquense e autarca – Presidente da Junta de Freguesia de Vila Franca da Beira – e, depois, Presidente da Direcção da UDV neste caso desde 2014 até inícios de 2017. Ou seja, o “Férias com Cultura” – cujas edições tiveram assinalável êxito – não veio por “geração espontânea” e afirmou-se graças às “ideias-base” dos seus mais directos promotores e/ou intervenientes e, sobretudo, graças à grande participação, nomeadamente dos Vilafranquenses emigrantes, migrantes e residentes.

– No seu “Plano de Actividades e Orçamento para 2017”, a UDV inseriu a Edição VIII do “Férias com Cultura” para este mês de Agosto como era – bom – costume, e a Assembleia Geral da UDV (em Maio deste ano) aprovou a proposta.

– No início deste mês de Agosto, o Vilafranquense “patrono” da iniciativa, apesar de estar com problemas de saúde, tomou a iniciativa de enviar uma proposta-base de Programa temático e com menção dos intervenientes iniciais do “Férias com Cultura” para Domingo, 20 de Agosto, como, era sabido, deveria acontecer.

Nós fomos dos que recebemos o “mail” com tal proposta e, como nós, outros (supostos) Promotores também a receberam.

– Pois foi com espanto que, principalmente através de uma “personalidade” local que é, simultaneamente, Vice-Presidente da Direcção da UDV e (ainda) Tesoureira da Junta de Freguesia, se soube que, afinal, a Câmara e a Junta de Freguesia iam fazer outra iniciativa, da sua exclusiva responsabilidade, precisamente no Domingo, 20 de Agosto e na Sede da UDV, em Vila Franca da Beira!!

– Essa iniciativa – o lançamento de um livro de versos, em edição da Câmara Municipal, de outro conhecido Vilafranquense – até poderia vir a ser muito mais “limpa” e, por consequência, mais meritória, caso não estivesse, desde logo, ferida por esta espécie de “pecado original” cometido, sobretudo pela Câmara Municipal, ao “cavalgar” no dia já destinado ao tradicional “Férias com Cultura”, aliás sem qualquer respeito pelos seus primeiros e mais directos promotores…

– Sim, também o autor desse Livro e a sua Obra, também eles mereciam mais respeito e não virem a ser “manipulados” e objectivamente transformados em instrumentos de propaganda (pré) eleitoral dos candidatos do PS ao Município e à União de Freguesias de Ervedal e Vila Franca da Beira!

– E se alguém ficar chateado, cheio de “ingénuas” indignações ou com “dores de parto” de terceiros por causa desta denúncia pública que aqui começamos – começamos – a fazer, pois que atente, com olhos de ver para além das aparências, na seguinte “curiosidade” e que foi a constituição da “Mesa” e dos convites a Oradores para a designada “Sessão Solene” do Lançamento desse Livro de Poemas.

Pois poderá confirmar que na “Mesa” e para usarem da palavra lá estavam, sentados em sequência de uma só côr partidária:- o candidato PS à Câmara e actual Presidente supostamente “promotor” daquela iniciativa…o candidato PS a voltar a ser Presidente da Junta da União de Freguesias para ali “rebocado” enquanto “promotor” e a segunda candidata na mesma lista PS (ela é uma Vilafranquense que também é Tesoureira actual da Junta de Freguesia e Vice-Presidente da UDV).

Claro que na “Mesa” também lá estavam o Poeta homenageado e um funcionário Municipal que esteve ligado à preparação do Livro em lançamento.

Como “apêndice” teve ainda lugar na “Mesa”, e foi orador, um elemento “convidado” na qualidade de “velho Amigo” do nosso Poeta embora esse “convidado” já esteja a residir fora de Vila Franca da Beira há bem mais do que 50 anos (!…) e que, não certamente por mera coincidência, é o actual Presidente “PS” da Assembleia de Freguesia de Encosta do Sol, freguesia do concelho da Amadora, e vai agora em 5º lugar na lista do PS concorrente à Assembleia de Freguesia da mesma freguesia de Encosta do Sol (Amadora)!…

Aliás, na pressa em manipular, “esqueceram-se” de convidar o actual Presidente da Assembleia Geral da UDV – enfim, por “coincidência”, este não se tem revelado afecto ao PS – sabendo até, como sabiam, que a Presidente da Direcção da UDV não ia poder estar presente.

– Ou seja, enfim, à excepção do nosso Poeta e eventualmente do funcionário Municipal, a verdade indiscutível é que todos os outros membros da “Mesa” e Oradores na dita “Sessão Solene” do lançamento do Livro, todos eles foram “escolhidinhos a dedo” pois são actuais eleitos do PS e voltam a ser dos seus principais candidatos em Oliveira do Hospital e até numa Freguesia da Amadora!

Deve ser combatida com toda a firmeza esta “caldeirada” antidemocrática

entre – Município – Recursos Municipais – PS e candidatos PS – Instituições

Ou seja, também o PS e seus principais candidatos não hesitam em fazer campanha (pré) eleitoral paga pelo erário do Município – em que a edição e este lançamento do Livro foram pretexto para isso mesmo.

Esta “confusão” promíscua e deliberada entre – PS – candidatos PS – Município – Freguesias – Instituições – esta “caldeirada” oportunista é antidemocrático, caciqueira e merece ser denunciada e combatida com a maior firmeza!

E outras destas”caldeiradas” se avizinham, e não vai ser preciso andar ou esperar muito para as vermos eclodir como vermes que apodrecem a nossa Democracia e desprestigiam as Instituições!

Autor: João Dinis, Jano

LEIA TAMBÉM

Oliveira do Hospital com 13 casos positivos, duas cadeias de transmissão e 48 pessoas em vigilância activa

O Concelho de Oliveira do Hospital conta com 13 casos confirmados de COVD-19 e 48 …

CIM Região de Coimbra vai fazer rastreio piloto em lares nos seus municípios, como Oliveira do Hospital

A Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra vai começar esta semana um rastreio piloto à …