Home - Outros Destaques - EPTOLIVA vence com aplicação para telemóvel Projeto Alimentação Saudável e Sustentável

EPTOLIVA vence com aplicação para telemóvel Projeto Alimentação Saudável e Sustentável

A Escola Profissional de Oliveira do Hospital, Tábua e Arganil (EPTOLIVA) foi uma das escolas vencedoras do Projeto Alimentação Saudável e Sustentável, que integrou o Programa Eco-Escolas 2021/2022, desenvolvido pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE). O trabalho “Doce Labirinto” permitiu à EPTOLIVA conquistar o 1.º lugar no 3.º escalão (ensino secundário, profissional e superior) no desafio: “Painel dos Alimentos: Açúcar ao Lanche”.

O projecto consiste numa aplicação de telemóvel que faz a leitura através de um QR code, do índice glicémico dos alimentos mais consumidos pelos alunos e, simultaneamente, disponibiliza a informação sobre a atividade física necessária para “queimar” as respetivas calorias ingeridas. Este trabalho, cuja apresentação assinalou o Dia Mundial da Obesidade com uma sensibilização para a importância da alimentação saudável, voltará a estar patente na inauguração da Feira Regional de Oliveira do Hospital, a EXPOH de 2022, com a atividade Lanches Saudáveis.

“[Este prémio vem de encontro à] aposta que a EPTOLIVA tem feito na sustentabilidade, quer a nível ambiental, quer a nível dos comportamentos, promovendo várias formas de sensibilização para os objetivos do desenvolvimento sustentável, que têm norteado a atuação da escola junto da comunidade educativa. Mais do que palavras são estas ações concretas que despertam em alunos a pertinência das questões da sustentabilidade do planeta, numa fase crítica das nossas vidas, em que as alterações climáticas, a crise energética, a emergência alimentar e as questões relacionadas com o uso eficiente da água, são hoje o futuro da nossa sobrevivência coletiva”, disse o presidente da EPTOLIVA, Daniel Dinis Costa.

O projeto Alimentação Saudável e Sustentável, apoiado pelo Grupo empresarial português de distribuição alimentar Jerónimo Martins, contou com a inscrição de 445 escolas de norte a sul do país, incluindo a Região Autónoma da Madeira e dos Açores, que participaram nas diferentes atividades propostas, através de um conjunto de desafios, que pretenderam motivar alunos, professores e famílias para um maior conhecimento acerca das questões relacionadas com a alimentação saudável.

LEIA TAMBÉM

Bombeiros desconfiam de fogo posto em Oliveira do Hospital

Camping de Meruge em risco e população de Casal de Travancinha (Seia) vê as chamas à porta e recorda catástrofe de 2017

O parque de campismo Toca da Raposa, em Meruge, no concelho de Oliveira do Hospital, …

Incêndio em Meruge combatido por 210 operacionais e seis meios aéreos

Um incêndio está a lavrar em Meruge, concelho de Oliveira do Hospital. O fogo, para …