Home - Outros Destaques - Escolas de Oliveira do Hospital promovem actividades para salvar e divulgar importância das abelhas

Escolas de Oliveira do Hospital promovem actividades para salvar e divulgar importância das abelhas

O Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital desenvolveu este ano lectivo um projecto designado SALVAR AS ABELHAS , uma iniciativa que promove actividades para dar a conhecer melhor aos alunos estes polinizadores e a importância que têm para a preservação da biodiversidade, manutenção dos ecossistemas e para a segurança alimentar mundial. O AEOH decidiu também adoptar medidas para contribuir para um mundo onde os polinizadores possam sobreviver e prosperar e no dia 20 de Maio – Dia da Abelha – está prevista a realização de uma exposição que permita sensibilizar a comunidade para a importância destes insectos e prestar esclarecimentos sobre as espécies invasoras, com destaque para a vespa velutina.

Nesse dia serão ainda colocadas mais armadilhas nas escolas, e outras serão distribuídas pela comunidade. Prevê-se também a suspensão do corte da relva e de vegetação espontânea em alguns canteiros da escola, onde serão colocadas placas com a informação: “AEOH amigo do ambiente – não estamos a cortar a relva para promover a polinização”.

O Agrupamento salienta ainda que construiu hotéis para insectos polinizadores; houve requalificação dos espaços verdes e jardins com plantas autóctones (rosmaninho); decorreram workshops para construção de seed bombs e vasinhos ecológicos e foram promovidas sessões de formação, com apicultores, que permitiram conhecer e perceber as diferenças entre abelhas e vespas velutinas e reconhecer o perigo que estas representam para as abelhas.

“As abelhas estão cada vez mais ameaçadas de extinção. A agricultura intensiva, o corte frequente de prados, o uso de pesticidas na agricultura, a destruição de habitats, por crescimento de zonas urbanas e incêndios, a falta de locais de abrigo e as espécies invasoras, como a vespa velutina (vespa asiática), são algumas das principais causas desta situação”, refere uma nota daquele estabelecimento de ensino, concluindo que “todos juntos, iremos conseguir salvar as abelhas e outros polinizadores”.

LEIA TAMBÉM

O cozinheiro filósofo que “instituiu uma região autónoma” no Seixo da Beira, Oliveira do Hospital

Eddy Emiel Hermus chegou a Portugal há 30 anos proveniente da Bélgica. Apaixonou-se pela tranquilidade …

Oliveira do Hospital avança com construção do Centro Municipal de Protecção Civil

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital e a empresa Joaquim Fernandes Marques & Filho, …