Home - Outros Destaques - Espíritos Club dá lugar ao “100 Limites”, um espaço que quer continuar a ser uma referência em Oliveira do Hospital

Espíritos Club dá lugar ao “100 Limites”, um espaço que quer continuar a ser uma referência em Oliveira do Hospital

Foi uma das casas de referência na animação nocturna na região centro. Os incêndios de 2017 destruíram-na, o edifício passou por uma forte remodelação, mas o Espíritos Club encerrou. Amanhã, o espaço reabre (19h13 para os convidados e às 23h00 para o público) com uma nova gerência e um conceito mais abrangente, indo muito além da discoteca, passando a contar com um bar e restaurante. O novo nome é “100 Limites” e resulta de uma aposta e de “um investimento significativo” de dois ex-emigrantes no Liechtenstein, Tina e José Dias, onde trabalhavam na área da restauração.

“O que pretendemos é um espaço diferente daquilo a que as pessoas estão habituadas e atrair as várias faixas etárias. Vamos trabalhar com restaurante, música ao vivo e eventos”, explica José Dias, reconhecendo que a especialidade do casal tem mais a ver com a restauração, o que obrigou a contratar uma equipa para ajudar nas restantes áreas. “Queremos que este novo estabelecimento continue a ser reconhecido, não só em Oliveira do Hospital, mas em toda a área envolvente. Que seja uma referência”.

José reconhece que este não é o melhor momento para este tipo de investimentos, devido à pandemia, mas explica que a ideia já estava na mente de ambos há muito tempo pelo que, mesmo com algumas condicionantes, existentes resolveram avançar. “A pandemia também não vai durar para sempre. Vamos trabalhar de acordo com as indicações da Direcção Geral de Saúde, sendo que para entrar será necessário um teste negativo para a Covid-19”, conta este responsável, natural de Travancinha, Seia.

O espaço “100 Limites”, dotado de algum requinte, tem capacidade para 460 pessoas, com o bar a funcionar de quarta-feira a domingo, a partir das 15h00, onde serão servidos cocktails e outras bebidas. A partir de Março e Abril o espaço exterior será privilegiado, com uma esplanada, onde vão ser servidas refeições, petiscos, com momentos de música ao vivo.

O restaurante terá jantares à sexta-feira e sábado e estará em funcionamento até à meia noite, momento a partir do qual inicia a discoteca que vai até às 2h00, sendo que de de sexta para sábado e de sábado para domingo estará em funcionamento até às 6h00 da manhã. Para além do DJ residente, a discoteca vai contar com Djs convidados, organização de festas temáticas, seguindo um conceito diferente e mais abrangente em termos de clientes.

LEIA TAMBÉM

“O Alexandrino não sabe o que diz…”

A candidata número dois do PSD pelo círculo eleitoral de Coimbra defendeu hoje a necessidade …

CM de Oliveira do Hospital devolve IMI a associações e colectividades concelhias

Concelho de Oliveira do Hospital com 132 novos casos de COVID-19 nos últimos três dias

O concelho de Oliveira do Hospital teve 132 novos casos de COVID 19 nos últimos …