Home - Educação - Eventual fecho de escolas será decidido amanhã pelo Conselho Nacional de Saúde Pública

Eventual fecho de escolas será decidido amanhã pelo Conselho Nacional de Saúde Pública

A possibilidade de fechar todas as escolas no país para travar o surto de coronavírus vai ser colocada pelo Governo, amanhã, numa reunião agendada com o Conselho Nacional de Saúde Pública. O primeiro-ministro remete muitas decisões para este encontro.

“Se o Conselho Nacional de Saúde Pública decidir que a melhor opção é fechar as escolas, seguiremos essa sugestão e agiremos em conformidade; se a decisão for a de manter a metodologia actual, de encerrar apenas aquelas em que há focos, é o que faremos”, disse António Costa, em conferência de imprensa após uma reunião com vários ministros, entre os quais o da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, e a da Saúde, Marta temido.

Sobre a eventualidade de se anteciparem as férias da Páscoa, de forma a que os alunos pudessem ficar em casa, numa espécie de quarentena dissimulada, António Costa remeteu também a decisão para o resultado da reunia de amanhã. “Daremos seguimento àquilo que for recomendado e agiremos de acordo com a melhor informação técnica possível”, justificou o primeiro-ministro.

O presidente da Associação Nacional de Directores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP), Filinto Lima defendeu que os alunos prejudicados pelo encerramento das escolas por causa do novo coronavírus poderão ter aulas extra no final do ano lectivo ou nas férias da Páscoa. Filinto Lima sublinhou ainda que os estudantes que, no final do ano lectivo, vão realizar exames nacionais devem ter lições extras na pausa da Páscoa ou no final do ano lectivo caso fiquem sem aulas.

 

LEIA TAMBÉM

MEGA 5 – O jornal do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital já está disponível

Já está disponível o MEGA 5, o jornal do Agrupamento de Escolas de Oliveira do …

Forças Armadas distribuem quatro milhões de máscaras aos alunos que regressam às aulas

O Primeiro-ministro, António Costa, recorreu ontem ao Twitter para revelar que as Forças Armadas começaram …